José Gabriel e Karen Olímpio vencem provas de XCC da Estrada Real de ciclismo

0
69
Foto: Divulgação
No segundo dia da Internacional Estrada Real Chaoyang de ciclismo MTB, neste sábado (25), os destaques ficaram por conta das vitórias de José Gabriel e Karen Olímpio no XCC, na categoria Elite. A competição está sendo disputada no Morro do Cristo, em Itabirito (MG), e conta pontos para a corrida olímpica.
Assim como aconteceu na sexta-feira (24), quando teve houve provas de XCC, mas para as demais categorias, os ciclistas tiveram que pedalar por 20 minutos e depois dar mais uma volta, de 1,5 km. José Gabriel, da Oggi, concluiu a sua prova em 24m28s98, com 8 voltas e 12 km percorridos. Já Karen finalizou em 25m50s44, com 7 voltas e uma distância de 10.50 km.
José Gabriel e Karen, aliás, competiram “em casa”, pois são mineiros. Outra semelhança é que os dois também venceram a prova de XCC no Desafio dos Gigantes, há duas semanas, em Petrópolis (RJ). Esta prova também foi organizada pela Avelar Sports e valeu pontos para os Jogos Olímpicos.
“Estou um pouco surpreso, porque estava muito cansado, de tanto competir, mas fico feliz e animado pelo que vem pela frente. Na prova de hoje, fiz algumas observações e testes para poder definir a minha estratégia. Quero agradecer à minha equipe, pois sem ela não sou nada”, comentou José Gabriel.
Ainda neste sábado, houve as provas da XCM. Os atletas tinham duas opções: o percurso completo (58 km) ou o reduzido (42 km), com altitudes máximas de 1371m e 1176m, respectivamente. Em ambas, a mínima é de 864m. Somando os dois trajetos com a masculino, feminino e categorias, foram 28 pódios.
As provas
No masculino, Edson Júnior saiu na frente, mas terminou apenas em 12º, sequer completando a prova. Aos poucos, José Gabriel e Ulan Galinski foram dominando a prova. O atleta da Caloi, aliás, terminou em segundo, com 24m44s55. Já Guilherme Muller, da Audax, ficou em terceiro, com 25m18s24.
A prova, por outro lado, não teve Henrique Avancini, da Caloi. Um dos maiores nomes do esporte, ele sofreu uma indisposição, assim como Luiz Henrique Cocuzzi, da Sense Factory, que optou por correr, mas não aguentou o ritmo e foi desclassificado ainda na segunda volta.
Já no feminino, a goiana Raiza Goulão optou por não competir, com foco na prova de XCO deste domingo ( 26). Depois de Karen, Isabella Lacerda, da Scott, e Letícia Cândido, da Houston, completaram o pódio. Elas concluíram em 26m03s79 e 26m34s81.
“É um prazer estar aqui novamente. Foi em Itabirito que eu ganhei a prova de XCC de 2018. Essa pista é bem divertida, mas bem dura também. Estou muito focada em conquistar esta vaga olímpica, mas sei que não é fácil. Tentei observar bem o início da prova e impor aos poucos o meu ritmo. Logo vi que a Isabela e a Letícia estavam fortes e por isso precisei usar o que tinha de melhor”, comentou Karen.
Próximas corridas
A etapa será concluída neste domingo (26), com corridas de XCO, o cross country. Serão 32 categorias, com destaques para a Elite Masculino e Feminino, que irão largar às 14h.
Serão cinco voltas para as mulheres, contra sete dos homens. Depois da etapa de Itabirito, que teve todas as inscrições realizadas, a competição seguirá em Ouro Branco e Arcos, ambas cidades mineiras, de 19 a 21 de maio, e 28 a 30 de julho, respectivamente.