Opinião do economista Célio Furtado:COMEMORAÇÃO/ UNIVALI

0
557
Opinião do economista Célio Furtado

 

*Célio Furtado
Economista e professor da Univali
celio.furtado@univali.br

O Curso de Administração da Univali está completando quarenta anos. Recebi o convite de um fraterno professor, lembrando-me da programação referente ao importante evento. Agradeci a lembrança, naturalmente, pois, uma boa parte da minha vida esteve envolvida na vida universitária, mais especificamente, na formação de Bacharéis em Administração, uma importante profissão, tão necessária em todos os setores da vida nacional, quer seja na iniciativa privado ou então na administração pública. Já alguns anos aposentado, retornei ao Anfiteatro Adelaide Konder, num cantinho bem discreto, observando com carinho as novas gerações de estudantes.

Naturalmente, encontrei muitos colegas professores, ainda em atividade, gente do maior gabarito, profissionais de destaque em suas áreas de atuação. Generosamente, alguns me sugeriram que eu sentasse lá na frente, na primeira fila, agradeci e declinei do convite, pelo simples motivo de observar, ao meu modo, aquele mundo que já me foi tão familiar. Lá no fundo, no meu silêncio pessoal pude “viajar” no tempo, buscando na memória fatos, nexos possíveis de lembranças isoladas, que no seu todo poderiam me abrir ainda mais à emoção do momento. Um veterano professor de volta ao seu espaço de trabalho diante de sua clientela, dos  objetivos e metas, compromissos com as disciplinas, correções de provas, planejamento das aulas e tantas orientações acadêmicas.

Na entrada do Teatro, alguns painéis com fotos antigas das diversas turmas que se formaram, junto a elas, os professores homenageados como “nome de turma”; observei que meu nome constava de algumas turmas em alguns anos. Outros professores ilustres também figuravam, em número maior, outros grandes professores não estavam na lista. È a vida, normal, a escolha dos alunos é soberana, em cada ano, em cada período, despontam os professores que caíram no coração dos jovens estudantes, merecendo o honroso título de “professor nome de turma”. Nesse evento, muito bem organizado, presenciei a palestra de um jovem profissional, gerente de Inovação de uma grande empresa catarinense, com sede em Joinville. Um carioca brilhante, com experiência acadêmica e profissional, também nos Estados Unidos. Uma fala simples e democrática que me evocou meus tempos do Rio de Janeiro, onde morei, trabalhei e fiz a minha formação acadêmica, graduação e mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Coluna anterior:

Opinião do economista Célio Furtado: SEMANA DA PÁTRIA

Também lecionei no Curso de Administração da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Puc/Rj, exatamente onde o palestrante estudou. O pensamento voa, de fato, pois o que se apresenta no momento para esse artigo  é a comemoração dos quarenta anos do Curso de Administração da Univali, pois, sabemos da sua  valiosa contribuição à sociedade local, estadual e federal. Muitos formandos em Administração estão brilhando em diversas empresas, destacando-se nas mais diversas áreas Finanças, Marketing, Logística, Recursos Humanos, sendo decisivos para o crescimento das empresas. A realidade é dinâmica, a Ciência e a Técnica estão sempre em permanente evolução e, certamente, o Curso de Administração continua sendo de vanguarda, formando grandes profissionais.

Nesse momento importante que Itajaí está vivendo, com forte impulso Náutico, precisamos cada vez mais de administradores competentes!


*Célio Furtado, nascido em 1955/ Professor da Univali/ Formado em Engenharia de Produção na Universidade Federal do Rio de Janeiro/ Mestre Engenharia de Produção/ Coppe/Ufrj/trabalhou no Sebrae Santa Catarina e Rio de Janeiro. Consultor de Empresa/ Comunicador da Rádio Conceição FM 105.9/ celio.furtado@univali.br


NR: Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores.