Diário de Bordo da The Ocean Race – GUYOT ambiente – A equipe Europa não retomará a terceira etapa

0
330

Biotherm

Os  tripulantes dos barcos tem uma rotina diária  exaustiva de manutenção e comando do barco. Uma inspeção dos cascos do Biotherm. Anthony Marchand verifica o casco dianteiro em uma inspeção de rotina. The Ocean Race

The Ocean Race 2022-23 – 8 March 2023, Leg 3, Day 10 onboard Biotherm. Anthony Marchand checks the front hull in a routine inspection.The Ocean Race 2022-23 – 8 March 2023, Leg 3, Day 10 onboard Biotherm.

 

Patrocinadora da Parada

Fibrafort – FOCKER 333 GRAN TURISMO

Fibrafort é a patrocinadora  na etapa brasileira da Ocean Race, a maior competição de barcos a vela do mundo! Uma fabrica de iates  fundada na única parada do Continente Sul Americano. Além de ser patrocinadora e  empresa náutica vai ter um stand de 250m2 no Centreventos de Itajaí/SC, com uma estrutura completa para receber um público de 400 mil pessoas que passarão pelo  Vila da  Regata durante os 25dias do evento.

 

Equipe Holcim-PRB

The Ocean Race 2022-23 – 3 March 2023, Leg 3, Day 5 onboard Holcim – PRB Team. Drone view.

A líder, a Equipe Holcim-PRB, preparou sua proa em direção à Antártica para se tornar o barco mais meridional, pois continua a farejar condições mais leves à frente, o que preocupou o capitão Kevin Escoffier durante os últimos dias. Ele viu a Biotherm cortar quase 100 milhas dele nos últimos três dias, e esta é sua melhor defesa.

Escoffier e sua tripulação também têm lutado para encontrar a configuração de vela certa para as condições, com debates animados sobre como proceder.

No Barco  Biotherm, o clima é mais relaxado, como Sam Davies aponta: “O vento mudou para o norte, nós passamos a noite navegando e agora estamos navegando logo à frente de uma frente e o vento vai levantar.

 

Barco 11th Hour Racing Team

The Ocean Race 2022-23 – 07 March 2023, Leg 3, Day 9 onboard 11th Hour Racing Team. Jack Bouttell grinding away at the crack at the root of the starboard rudder while Simon Fisher and Justine Mettraux look on.

Após reparar duas velas de proa, a equipe descobriu danos aos lemes durante uma inspeção de rotina.

O repórter a bordo Amory Ross resume o que aconteceu: “Jack (Bouttell) olhou para o leme de barlavento, o que estava fora d’água, e encontrou uma rachadura. Era grande, da frente para trás, a meio caminho do lado de fora. Depois outro mais perto do topo, muito menor, mas também mais perto da “raiz”, onde o leme encontra o barco; um ponto importante porque perder a ponta de um leme é uma coisa, mas perder o leme inteiro é outra. Juju (Justine Mettraux) foi rápida ao sugerir a verificação do leme de bombordo, então tivemos o leme de estibordo para baixo e o leme de bombordo para cima. Havia uma rachadura maior no topo no mesmo lugar que no leme de estibordo”.

A equipe tem feito bons progressos toda quarta-feira, um sinal de que as coisas a bordo estão de volta ao normal.

 

GUYOT

GUYOT ambiente – A equipe Europa não retomará a terceira etapa da The Ocean Race, mas após o conserto na Cidade do Cabo/África do Sul, transferirá o iate diretamente para Itajaí/Brasil para voltar à regata no horário e bem preparado para a quarta etapa. Esta decisão de abandonar a terceira etapa foi tomada pela tripulação e pela equipe técnica após a avaliação dos danos e o início dos trabalhos de reparo.

O que foi danificado?

-Quando a equipe rebocou o barco, foram realizados testes para definir com precisão a parte do casco que foi danificada no lado de bombordo.

-O problema está na estrutura do favo de mel, o núcleo do sanduíche, entre duas camadas de pele de carbono.

Os cascos dos barcos IMOCA são freqüentemente feitos com uma estrutura de sanduíche:

– No interior, uma primeira camada de 1,5 a 2mm de espessura de carbono, a pele interna

– Depois o núcleo, que pode ser uma estrutura alveolar feita de material kevlar, tornando-a forte e leve.

– E outra camada de carbono de 1,5 a 2mm de espessura na parte externa, a pele externa.

O núcleo do sanduíche não pode ser reparado quando danificado, portanto, precisava ser trocado.

Quais os passos para realizar os reparos?

Na segunda-feira, a equipe começou com o reforço do casco por dentro, colocando alguns reforços de espuma (como adicionar costelas a um esqueleto) entre 2 vigas na cabine. Isto foi feito de ambos os lados.

Na terça-feira, eles cortaram a pele externa do casco para remover a estrutura alveolar danificada, que será substituída por espuma. A espuma é um pouco mais pesada, mas também mais forte.

Hoje, este trabalho continuou e a espuma será coberta com a pele externa de carbono.

Finalmente, o casco reparado será lixado e pintado de novo no final da semana, antes de transportar o barco de volta para a água.

Uma vez concluídos os reparos, o barco estará novamente pronto para navegar pelos oceanos e estará de volta ao seu potencial máximo.

——————————————————————————————————

   Cobertura nacional e internacional

Acompanhe cobertura da  The Ocean Race  no nosso   instagram  https://www.instagram.com/regata_news.sc/

Canal do Regata News no youtube

https:  //www.youtube.com/@RegataNews