Brasileiro de IRC e Sul-Americano de ORC agitam a competição

0
121

Itajaí

Com barcos de Brasil, Chile, Argentina e Uruguai, evento de vela oceânica será decisivo no litoral norte paulista


Maior competição de vela da América Latina, a 43ª Semana de Vela de Ilhabela reunirá no litoral norte paulista barcos de 13 classes diferentes, de 1º a 9 de julho. Entre as mais de 100 regatas programadas para o período estão confirmados, em paralelo com o evento, os campeonatos Brasileiro de IRC e Sul-Americano de ORC, além do torneio por equipes e o Grand Prix dos 30 pés. A regata que abre a competição no dia 3 de julho será a Mitsubishi Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil. A prova, com largada prevista para 10h, tem ao todo 55 milhas – quase 100 quilômetros. As duas classes, que usam regra de rating – precisa de uma fórmula para definir os resultados – estão inscritas nessa prova de abertura e nas demais.

 

 

unnamed (9)

Explicando tecnicamente, a IRC simplifica as regras usando apenas um coeficiente de rating constante, o TCC, que não varia em função da distância ou intensidade de vento da regata. Ou seja: em cada contorno de boia é possível estimar a sua colocação. ”A ABVO (Associação Brasileira de Veleiros de Oceano) recomenda a participação de tripulações cujo investimento no esporte seja de tempo de treinamento ou mesmo recursos técnicos esteja num padrão amador, tal qual nós do Saravah. Para aqueles cujo investimento esta em um padrão profissional ou semi, fica sugerido a regra ORC. São mudanças importantes que permitem uma disputa entre iguais em ambos os níveis. Tenho certeza que esta estratégia ira incrementar a vela de oceano, principalmente dentre os comandantes de Cruiser Racers, que muitas vezes acabam por abandonar as raias por não conseguir competir com orçamentos profissionais e patrocinados”, disse Pierre Joullie, representante nacional da IRC e velejador do Saravah.

A ORC tem um cálculo matemático maior, mas prevê diversos tipos de rating, do menos ao mais sofisticado.

Em 2016, a organização confirmou a realização do XVIII Campeonato Sul-Americano da categoria. A competição é organizada pelo Yacht Club de Ilhabela (YCI), pelo Yacht Club Argentino (YCA) e Yacht Club Punta del Este (YCPE). O evento é composto por duas etapas: a primeira foi o Circuito Atlântico Sul Rolex Cup e o último será a Semana de Vela de Ilhabela. Barcos da Argentina, Chile e Uruguai estão confirmados.

Entre as equipes, estarão nomes como Jorge Zarif e Samuel Albrecht, representantes da vela brasileira na Rio 2016, o medalhista olímpico Lars Grael e o campeão pan-americano Maurício Santa Cruz, além de outros velejadores misturados entre os profissionais e os amadores. O evento ainda contará com barcos da Argentina, do Chile e do Uruguai, caso do Cristabella, campeão da ORC no ano passado.

Outra novidade será o Torneio por Equipes, que é uma regata montada da seguinte forma: clubes, associações ou times da mesma região se juntam e formam os grupos e disputam todas as provas da semana de vela. Quem somar menos pontos no final vence. São com quatro embarcações para cada nas classes RGS, IRC ou ORC. O vencedor fica com o troféu transitório Pen Duick II. Já o Grand Prix dos 30 pés será disputado na segunda-feira (4) e terça-feira (5) entre os veleiros das classes HPE30 e C30. As regatas valem para um campeonato a parte entre os barcos da Semana de Vela de Ilhabela.



 

Sobre a Semana de Vela de Ilhabela (YCI)

A 43ª Semana de Vela de Ilhabela abre sua programação com três regatas de percurso no domingo (3). Um Grand Prix para barcos de 30 pés, entre segunda e terça-feira (4 a 5) e os campeonatos Brasileiro de IRC e Sul-Americano de ORC, que serão disputados paralelamente ao evento principal, também agitarão Ilhabela durante a semana.


*Regata News  na semana de Vela e Ilhabela  a convite dos organizadores e patrocinado pelo Itajai Sailng Team