Projeto Cesta Básica Alimentar de Itajaí aponta que a cesta básica registra alta de 2,72%

0
249

vb

Batata, carne e farinha de trigo estão mais caros e impulsionaram o aumento

 

​Itajaí – Depois de uma ligeira queda de 0,13% em março, a cesta básica na cidade de Itajaí voltou a subir e registrou uma alta expressiva de 2,72% no mês de abril, passando de R$347,18 para R$356,62. Os dados são coletados e analisados mensalmente pelo Projeto Cesta Básica Alimentar de Itajaí, monitorado pela equipe da Uni Júnior, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Os principais produtos que contribuíram para este aumento foram a batata (33,47%), a carne (15,91%), a farinha de trigo (10,60%), o arroz (4,55%) e o açúcar (2,12%). Mas, a elevação do preço da carne foi o que mais impactou no custo da cesta. Ela é o produto de maior peso na cesta básica, representa 37,07% do total.

    Os pesquisadores constataram que a batata é o produto que mais teve aumento do preço em 2016, com 61,33%. Já o tomate é o único que apresentou queda neste ano, com 49,19%.

   Com este aumento no custo da cesta básica em Itajaí, o poder de compra do trabalhador assalariado volta a piorar. O custo da cesta sobre o salário mínimo passou de 39,45% em março para 40,52% em abril. Em termos de horas de trabalho para aquisição da cesta, passou de 86 horas e 48 minutos para 89 horas e 9 minutos.


Fonte: Natália Uriarte Vieira/Univali




*EDIÇÃO DA REDAÇÃO/ EDITORIAL EDITION
*Edição – Adilson Pacheco
MTB: 0002362/SC
E-mail: adilsonpachecoredacao@gmail.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/adilson.pacheco.75
Facebook: https://www.facebook.com/Regata-News-698702346874230/?fref=ts
Issuu: https://issuu.com/regatanew_sc
http://www.dailymotion.com/adilson-pacheco1