Regata internacional movimenta rede hoteleira de Itajaí

0
132

Hotelria2 (1)

 

“É difícil calcular o número exato de leitos ocupados, mas acredito que o movimento seja igual ao das outras regatas que aconteceram em Itajaí”-Vice-Presidente do sindicato, Dirce Maria Moser Fistarol


 

Editor – Adilson Pacheco
Fonte – SecomPMI
Post – 6/11-22:10


 

Regata francesa movimenta o setor hoteleiro e restaurante da cidae. Cerca de 1.500 pessoas entre organizadores, velejadores, familiares e jornalistas de onze nacionalidades estão ocupando a rede hoteleira da cidade, frequentando bares, restaurantes e contribuindo para o turismo do município durante o mês de novembro.

Os hotéis estão, em média, com 50% da ocupação destinada a esse público, índice que pode aumentar no decorrer da regata. “No começo da regata temos vinte, trinta quartos ocupados, mas essa ocupação aumenta à medida que os barcos vão chegando. Esperamos que o número dobre até a próxima semana”, explica Marcelo Flores, um dos gerentes de uma rede de hotéis no Centro de Itajaí.

Em comparação com a última Jacques Vabre, em 2013, o movimento de turistas hospedados é o mesmo, de acordo com o Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Bares (Sindisol). Para a Vice-Presidente do sindicato, Dirce Maria Moser Fistarol, o movimento dos hotéis é consideravelmente grande e as vagas são preenchidas antes mesmo da segunda semana da regata. “É difícil calcular o número exato de leitos ocupados, mas acredito que o movimento seja igual ao das outras regatas que aconteceram em Itajaí”.

Para receber os estrangeiros, os hotéis, bares e restaurantes da cidade, apostam em funcionários com inglês fluente, além de arriscar umas palavras em francês. Alguns hotéis investem em atividades diferentes e os cardápios também são personalizados para atender os visitantes de diversas nacionalidades. Além de familiares, diversos jornalistas especializados em vela e esporte estão participando da cobertura da regata desde a largada na cidade francesa de Le Havre. Seja por jornal impresso, online, televisão ou rádio, o intuito destes jornalistas é mostrar a competição e levar o nome de Itajaí para o mundo.