António Felix da Costa vence segunda corrida da Formula E em Xangai

0
39

Piloto português volta a vencer no Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E

A segunda prova do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E em Xangai foi um presente para os aficcionados por automobilismo no país asiático, neste domingo (26). O número menor de voltas no circuito chinês levou a uma disputa um pouco menos movimentada, mas manteve o efeito de pelotão, com uma sequência de ultrapassagens desde as primeiras voltas, ataques e indefinição. Quem levou a melhor foi o português António Félix da Costa (TAG Heuer Porsche), que soube administrar melhor o consumo da bateria.

O pódio teve ainda o britânico Jake Hughes (NEOM McLaren) e o francês Norman Nato (Andretti). O neozelandês Nick Cassidy (Jaguar TSC Racing) ficou em quarto lugar no Circuito Internacional de Xangai e ampliou sua vantagem na liderança da Fórmula E com 167 pontos, 25 a mais do que o alemão Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche), que não pontuou na corrida 2 da cidade chinesa por um problema no pneu.

Os brasileiros ficaram fora da zona de pontuação na corrida 2 em Xangai. Lucas di Grassi (ABT Cupra) chegou em 19º e ainda sofreu uma punição dupla que terá consequências no próximo e-Prix, em Portland. Considerado culpado pela direção de prova por empurrar Dan Ticktum (ERT) e Jehan Daruvala (Maserati) para fora da pista em momentos diferentes, Di Grassi perderá seis posições no grid de largada da primeira prova nos Estados Unidos. Já Sérgio Sette Câmara (ERT), andou sempre no pelotão de fundo, tentando poupar bateria para o final da corrida, e terminou em 18º.

Faltam agora quatro corridas para acabar a temporada dez dos carros elétricos. A próxima parada será em Portland, nos Estados Unidos, nos dias 29 e 30 de junho, mais uma rodada dupla. As últimas serão em Londres, no Reino Unido.

Com a vitória em Xangai, António Felix da Costa se junta aos pilotos da Jaguar e ao seu companheiro de TAG Heuer Porsche com duas vitórias no ano de 2024, curiosamente as duas construtoras que lideram com sobras a classificação geral. A Jaguar TCS Racing lidera atualmente o Campeonato Mundial de Equipes da FIA com 299 pontos, enquanto a Porsche lidera a classificação de Construtores com 337 pontos.

”Estou muito feliz com o que conseguimos construir. Tem sido uma grande sequência de corridas desde São Paulo, com provas quase a cada duas semanas, então temos conseguido avançar e continuar construindo um pouco mais a cada fim de semana”, contou o português.

Com gestão de energia e desempenho superiores, Da Costa tirou a liderança de Nato na volta 16 e manteve a sua posição até ao final da corrida de 28 voltas, apesar do empurrão tardio de Hughes para tentar ir ao topo do pódio.

”Tivemos alguns sextos lugares, alguns quintos lugares e agora tivemos três vitórias nas últimas seis ou sete corridas, então definitivamente temos um bom momento. Foi uma pena a forma como o ano começou, além da perda de vitória em Misano, mas, fora isso, acho que temos tido uma corrida com um carro e um piloto (Pascal) que disputam o campeonato”.

Jack Hughes, que havia garantido a Julius Baer Pole Position por apenas 0,001 segundos no início do dia, conseguiu garantir seu primeiro pódio na Fórmula E em meio a uma competição acirrada, terminando em segundo.

”Já era hora, não é? Acho que abordei a corrida de forma bastante diferente hoje. Acho que é justo dizer que essas corridas de pelotão não foram gentis comigo e eu também não ajudei a situação”.

Xangai teve quase 40.000 espectadores no fim de semana de rodada dupla, naquela que foi a primeira corrida da série na China desde a quinta temporada.

Classificação do Mundial de Pilotos (completo aqui)

1º – Nick Cassidy (Jaguar TCS Racing) – 167 pontos

2º – Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche) –  142 pontos

3º -Mitch Evans (Jaguar TCS Racing) – 132 pontos

4º – Oliver Rowland (Nissan) – 131 pontos

5º – Jake Dennis (Andretti) – 113 pontos

18º – Sérgio Sette Câmara (ERT Fórmula E) – 11 pontos

24º – Lucas di Grassi (ABT Cupra)- 2 pontos

Classificação do Mundial de Equipes (completo aqui)

1º – Jaguar TCS Racing – 299 pontos

2º – TAG Heuer Porsche – 226 pontos

3º – Nissan – 157 pontos

4º – DS Penske – 154 pontos

5º – Andretti – 153 pontos

9º – ERT FORMULA E TEAM – 23 pontos

10º – ABT CUPRA – 20 pontos

Sobre a Fórmula E e ‘ABB FIA Formula E World Championship’:

Primeiro campeonato mundial elétrico da FIA – Federation Internationale de l’Automobile, a Fórmula E desponta como único esporte neutro em carbono da história, certificado desde a concepção.

O Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E realiza corridas eletrizantes ao redor das cidades mais icônicas do mundo, onde tornou-se importante plataforma internacional para o desenvolvimento da tecnologia de veículos elétricos e a promoção da mobilidade limpa, através do automobilismo de alta-performance.

Na Fórmula E, equipes e parceiros unem-se pela paixão pelo esporte e pela crença no potencial para acelerar o progresso sustentável, criando um futuro melhor para as pessoas e para o planeta.

www.FIAFormulaE.com

Informações à imprensa: media@fiaformulae.com

Sobre a ABB:

A ABB é líder tecnológica em eletrificação e automação, permitindo um futuro mais sustentável e eficiente. As soluções da empresa conectam conhecimento de engenharia e software para otimizar processos de fabricação, transporte, alimentação e operação. Com mais de 130 anos de excelência, os cerca de 105.000 funcionários da ABB atuam comprometidos em impulsionar inovações que aceleram a transformação industrial.

www.abb.com

Foto: Formula E