Lanzarote: o primeiro dia não teve nenhum resultado no iQFOiL World Championships 2024

0
67
fotos: Sailing Energy/Marina Rubicón

Lanzarote – Os 212 windsurfistas olímpicos que se reuniram em Lanzarote para o iQFOiL World Championships 2024 terão que esperar até terça-feira para as primeiras regatas.

O vento foi insuficiente no primeiro dia e as regatas de abertura estão programadas para amanhã, a partir das 11h00, horário da ilha.

A Comissão de Regatas passou muitas horas na água, fazendo medições e acompanhando a evolução de um vento caprichoso, que simplesmente nunca atingiu a velocidade mínima necessária para iniciar as regatas. O início do primeiro Campeonato Mundial do ano em Lanzarote foi adiado para amanhã, terça-feira.

As 94 mulheres e os 118 homens entraram na água depois das 11 horas da manhã. “No início da manhã, havia condições muito boas para um slalom, com uma brisa de 7 a 8, às vezes 9 nós, mas infelizmente o vento diminuiu pouco antes do início da contagem regressiva, então não corremos. O vento desapareceu e foi só isso”, explicou a PRO Ewa Jodlowska.

A frota retornou à terra e esperou por notícias, aproveitando as instalações da Marina Rubicón.

Sebastian Koerdel foi campeão mundial em 2022 e é o vice-campeão do ano passado. Seu objetivo nesta semana é claro: “Estou aqui tentando recuperar meu título este ano, seis meses antes dos Jogos e aqui na bela Lanzarote.”

O alemão conquistou o lugar para seu país no último Campeonato Mundial em Haia e conhece bem a ilha: “Passei muito tempo aqui. Vim para cá há dois meses para treinar e gostei muito.” No entanto, a seleção para a Alemanha ainda está aberta, portanto, há uma pressão adicional.

Kiran Badloe, campeão olímpico em Tóquio na antiga classe olímpica de windsurfe RS:X, enfrenta o mesmo cenário. A equipe holandesa tem muitos bons windsurfistas, incluindo o atual campeão mundial Luuc van Opzeeland.

 

2024 iQFOiL Worlds Lanzarote, Marina Rubicón.
© Sailing Energy / iQfoil Class
29 January, 2024

“É uma situação difícil”, reconhece Badloe. “Temos muitos caras bons, será uma semana intensa e esperamos poder prolongar a batalha até Palma, que é o nosso evento final de testes.”

Durante todo o tempo na água, o Comitê continuou tentando. O vento aumentava periodicamente em força, mas nunca atingia o mínimo, antes de finalmente cair novamente. Às 16 horas, Jodlowska anunciou o adiamento do dia para amanhã, terça-feira.

Para amanhã, o início do dia foi antecipado para as 11:00 horas, horário da ilha. “A previsão do tempo para amanhã é um pouco melhor do que para hoje, então esperamos conseguir fazer slaloms e depois, nos próximos dias, é muito melhor fazer regatas de percurso porque a previsão do tempo parece boa no momento, mas nunca se sabe”, explica a PRO.

 

A Regata Internacional de Lanzarote é organizada pela Marina Rubicón com a colaboração da Real Federação Canária de Vela, bem como com o apoio institucional da área de Turismo do Cabildo de Lanzarote através do produto esportivo European Sports Destination (gerenciado pela SPEL-Turismo Lanzarote), Promotur Turismo de Canarias, a Prefeitura de Yaiza e as entidades privadas Dinghycoach, Naviera Armas e Cabrera Medina (Cicar).