Nos passos de Rachel Adams e Dani Scott, Brionne Butler se firma no vôlei brasileiro e mira Olimpíadas

0
127

Brionne Butler, atleta americana agenciada da Pro Sports Brazil, faz a sua primeira temporada no Brasil defendendo o time paulista

A central americana, agenciada da Pro Sports Brazil, Brionne Butler chegou ao Osasco na temporada 2023/2024 com boas credenciais: passagem pela Seleção dos Estados Unidos e muito potencial no meio de rede. Até o momento, a jogadora tem confirmado as expectativas e é um dos destaques da equipe paulista na temporada.

Com apenas 24 anos e 1,94 de altura, a central é uma das principais opções ofensivas do time. Segundo estatísticas oficiais da Superliga feminina, Brionne já marcou 96 pontos na competição, sendo 29 de bloqueio, 60 de ataque e sete de saque. Além disso, a central foi peça importante na reta final da conquista do título do Campeonato Paulista pelo seu clube, em outubro de 2023.

Em bate papo, Butler rasgou elogios ao vôlei brasileiro e falou sobre os seus principais objetivos: conquistar títulos por Osasco e disputar os Jogos Olímpicos de Paris pelos Estados Unidos.

“Escolhi jogar no Brasil antes do ano olímpico por causa do alto nível do vôlei brasileiro. Até agora, o campeonato está tão equilibrado e todos os times são tão fortes que não dá para baixar a guarda em nenhum momento. Tenho grandes expectativas de vencer o campeonato e acredito que podemos alcançar o título na temporada”, afirma Brionne.

“Acho que o sonho de todo jogador de vôlei é um dia se tornar um atleta olímpico e esse é um grande sonho meu também! O vôlei dos Estados Unidos tem jogadoras incríveis e no momento ainda estamos na disputa por uma vaga no time que vai a Paris”, completa a americana.

Se depender das inspirações da jogadora, deixar a sua marca no Brasil é questão de tempo. Brionne conta que tem como ídolas duas jogadoras que tiveram boas trajetórias no país: as americanas Dani Scott e Rachel Adams, ambas com passagem por Osasco.

“Há tantos ídolos que admiro no vôlei! Um dos meus principais modelos é Rachel Adams que também jogou na mesma universidade (Texas University) que eu e também em Osasco! Outra jogadora americana com quem adoro aprender é a Dani Scott. Como central também é impossível não citar Thaisa e Fabiana!”, finaliza Butler

Sobre a Pro Sports 

A Pro Sports foi fundada em janeiro de 2005 e orgulha-se de participar ativamente do esporte de alta performance no Brasil e no exterior sempre com valores éticos e profissionalismo. A agência trabalha com gerenciamento de carreira de atletas profissionais, planejamento e gestão em projetos esportivos e consultoria.

Os agentes da Pro Sports são responsáveis pelo gerenciamento completo dos profissionais representados, ou seja, negociação de propostas e contratos, consultoria jurídica, planejamento financeiro e gerenciamento de imagens.

Os atletas do Pro Sports são apresentados em todo o mundo com a ajuda de ferramentas de captura e edição de vídeo, estatísticas online e contatos contínuos com os principais líderes esportivos do mundo.

Mais informações em prosportsbrazil.com.br