Vela brasileira e do Continente Americano ganha  em 2024-25 uma regata oceânica 

0
341

A vela brasileira e do Continente Americano ganha  em 2024-25 uma regata oceânica  com percurso do  Chuí ao Oiapoque, do Rio Grande do Sul ao Amapá,  envolvendo entre outras as classes ORC, BRA-RGS, VPRS, C30, HPE 25, CLÁSSICOS, BICO DE PROA E MULTICASCO, CATAMARÃS, MINI-TRANSAT, IMOCA E  VO65.   Uma rota que praticamente envolvendo os 8 mil km da costa brasileira – uma rota oceânica  algo em torno de 4.300 milhas.

Trata-se da Regata SCBrasil Oceano Atlântico Sul que está sendo promovida pela empresa SCBrasil Esporte Náuticos, empresa brasileiras que chegou a inscrever um barco de categoria  Imoca na  regata mundialmente conhecida Copa do Mundo da Vela – The Ocean Race. A Volta ao mundo tem duas paradas no Continente Americano em Newport, Estados Unidos e na cidade catarinense de Itajai, Brasil.

A empresa brasileira  SCBrasil Esporte Náutico projeta lançar oficialmente  o evento em abril de 2024. No desenvolvimento do programa –   entre outras ações a regata vai ser constituída por  nove paradas  ao longo da costa brasileira,  onde dentro das denominadas  Vila da Regata acontece  vários eventos como exposições de produtos e equipamentos náutico, Summit Oceano 365 – visando a preservação do Atlântico Sul, Oficina para os barcos, Pavilhão dos Velejadores entre outras novidades a ser divulgada até abril.

Os barcos participantes além da competição nautica estarão também atuando com equipamentos na coleta de lixo plástico ao longo das pernas (trecho-rota)  com premiação, um prêmio que pode levar o nome do velejador Sir Blake, morto por piratas na região litorânea do Amapá.

Segundo Adilson Pacheco CEO da SCBrasil Esporte náutico – acreditamos no sucesso desta Regata a ser efetuada em 2024-25, ela é um pouco diferenciada das regatas realizada no Brasil. Uma destas diferenças é o  um prêmio em dinheiro para os três primeiros  vencedores da regata.

Pacheco adianta, por ser a primeira regata a SCBrasil vem mantendo contato com autoridades e lideranças  da vela locais  para credenciar a participação das cidades, em uma segunda etapa a organização do evento náutico vai   promover uma visita técnica em cada parada. Fechado as paradas com todas infraestruturas necessárias – vem a abertura da inscrição para os barcos. As cidades convidadas a se credenciar como sede  investem uma taxa de inscrição.

Ele detalha que as inscrições para barcos brasileiros e estrangeiros – envolve os barcos e os tripulantes que pagarão uma taxa de inscrição. O detalhamento de benefícios que o barco e os velejadores ganham será divulgado no evento nacional em abril.

Mais detalhes e informações podem ser acompanhados no instagram da SCBrasil Esporte Náutico

https://www.instagram.com/scbrasilteam/  e n Portal Regatanews.com.br – mídia oficial da regata mais no instagram Regata_news.sc