Definidos os confrontos de quartas-de-final da Copa do Mundo de Vela

0
72

Os confrontos de quartas-de-final da SSL Gold Cup, a Copa do Mundo da Vela, foram definidos nas Gran Canárias, na Espanha. As 16 melhores equipes se enfrentam a partir desta segunda-feira (27) em quatro regatas para definir os semifinalistas.

A Seleção Brasileira de Vela, comandada por Robert Scheidt e Martine Grael, enfrentará Portugal, que saiu em primeiro de seu grupo nas oitavas, e Austrália e Nova Zelândia, nações que entram nesta fase.

Os brasileiros superaram Tahiti e Polônia na fase de classificação e junto com a Lituânia – líder isolada –  avançaram às quartas após duelos decisivos na raia das Ilhas Canárias.

”O mais importante foi evoluir nas quatro regatas e estar pronto nas quartas-de-final. O time tem muito a crescer ainda, mas sabemos do potencial da Seleção Brasileira de Vela, que tem a bordo inúmeros títulos mundiais e sete medalhas olímpicas”, disse Bruno Prada, CEO do SSL Team Brasil.

O Grupo 1 das quartas tem Grã-Bretanha, Dinamarca, Malásia e França. No 2 estão Alemanha, Holanda, Chile e Hungria. O Brasil está no grupo 3 contra os já citados Portugal, Austrália e Nova Zelândia. E na chave 4 competem entre si Itália, Espanha, Suíça e Lituânia.

As quartas-de-final terão o mesmo formato das eliminatórias, ou seja, quatro barcos se enfrentando em quatro regatas, sendo que a última vale peso dobrado. Os dois que somarem mais pontos seguem na SSL Gold Cup.

‘Seleções amigas contra os anglo-saxões”, brincou Robert Scheidt falando sobre a equipe de Portugal.

”Velejamos bem na última regata, tinha pressão na equipe e executamos o que queríamos. Agora as provas ficam cada vez mais difíceis”.

A estratégia da equipe nas próximas rodadas é melhorar no contra-vento e fazer melhores largadas. Robert Scheidt e seus comandados folgam nos próximos dias, que serão usados para rever as regatas e estudar os adversários.

”Vamos ver bastante vídeos das regatas e conversar muito para fazer cada vez melhor na água. Temos uma equipe forte e preparada, que sabe velejar bem, foi provado isso em tantos Jogos Olímpicos, Pans e Mundiais”, explicou Mario Tinoco, integrante da equipe.

O time brasileiro tem sido escalado com Alfredo Rovere, Juninho de Jesus, Henrique Wisni, Henry Boening, Gabriel Borges, Mario Tinoco, André Fonseca, Martine Grael e Robert Scheidt. Os suplentes são Gabriel Kieling e Pedro Trouche.

Numeração

1 Alfredo Rovere
2 Juninho de Jesus
3 Henrique Wisni Gomes
4 Henry Boening
5 Gabriel Borges
6 Mario Tinoco
7 André Fonseca
8 Gabriel Kieling
9 Martine Grael
11 Pedro Trouche
10 Robert Scheidt

Com semelhança das principais Copas do Mundo em outros esportes, a SSL Gold Cup é um evento de igualdade de oportunidades com barcos SSL47. O barco brasileiro ganhou em 2022 o patrocínio da Sertrading, uma das maiores empresas de comércio exterior do país, e da Subsea 7 S.A., que apoiarão o time. Além da marca de mochilas e equipamentos para atividades outdoor Allcatrazes.

A união entre Sertrading e Subsea 7 S.A com a Seleção Brasileira de Vela foi idealizada por Bruno Prada, companheiro de Robert Scheidt nas medalhas de Pequim 2008 e Londres 2012, e CEO do barco brasileiro.

Sobre a SSL Gold Cup

A SSL Gold Cup reúne desde seu início 56 nações entre os membros da World Sailing para coroar a melhor nação da vela a cada dois anos. Em um esporte mecânico em que a corrida pela tecnologia pode atrapalhar a corrida pela glória, a SSL busca uma competição igualitária, em que o talento dos velejadores está na vanguarda, e os campeões se tornam heróis inspiradores de novas gerações. A SSL é um evento especial da World Sailing desde 2017.

Como na Copa do Mundo de futebol, as primeiras rodadas de qualificação selecionam os times que avançam para as fases eliminatórias. Todas as regatas são disputadas com flotilhas de quatro barcos em cada, até as quartas de final. As equipes serão colocadas em chaves, com os oito primeiros colocados garantidos nas quartas-de-final.

Duas flotilhas de quatro competem nas quartas-de-final para selecionar as quatro equipes que participam da única regata da Grande Final. O vencedor da Grande Final será coroado como a Melhor Nação da Vela. A SSL criou um formato inovador. E os fogos de artifício ao final do evento prometem dar um desfecho dramático para esta incrível competição global.

Mais informações em https://goldcup.starsailors.com/

Foto: Gilles Morelle