Vela jovem brasileira faz training camp em Búzios (RJ) antes do Mundial

0
137

A Seleção Brasileira de Vela Jovem está imersa em um intenso campo de treinamento na deslumbrante cidade de Búzios, no estado do Rio de Janeiro, com duração de seis dias. O objetivo primordial dessa experiência é aclimatar-se às condições da raia que receberá a 52ª edição do Mundial da Juventude, programado para ocorrer de 8 a 16 de dezembro de 2023.

Nesse contexto desafiador, os treinadores Juan Sienra, Rodrigo Amado, Ricardo Paranhos e Maria Hackerott concentram seus esforços na forja de uma equipe coesa, no desenvolvimento técnico adaptado às nuances da raia local e no aprimoramento individual dos jovens velejadores, visando pavimentar o caminho para futuras conquistas olímpicas.

O Time Brasil, orgulhosamente formado por 14 atletas com até 19 anos, representa seis estados da federação: Distrito Federal, Pernambuco, Santa Catarina, Maranhão, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Juan Sienra, o treinador chefe, compartilha sua visão sobre o propósito fundamental do Training Camp: “O objetivo é criar o sentimento de um time representando o Brasil. Nosso trabalho da CBVela, em conjunto com os clubes e famílias, tem como pilar o fornecer as melhores ferramentas para o desenvolvimento de nossas categorias de base.”

Ele enfatiza o desafio que se aproxima com o Mundial da Juventude em Búzios e a confiança em uma equipe experiente e preparada: “Teremos pela frente um belo desafio que é o Mundial da Juventude aqui em Búzios e graças a esse trabalho contamos com uma equipe experiente e preparada. O resultado será uma consequência, mas o nosso caminho juntos com a vela jovem será nossa verdadeira recompensa.”

A equipe, composta por oito mulheres e seis homens, distribui-se habilmente em todas as classes do campeonato, refletindo a diversidade das competições olímpicas. Destaca-se a dupla mista Lucas Freitas e Victoria Back na 420 Open, bem como Joana Gonçalves e Gabriela Vassel na categoria 100% feminina. Em outras classes, há a manutenção de duplas da edição anterior e representantes nas novas modalidades olímpicas.

Com um histórico notável de 16 medalhas no Mundial da Juventude, o Brasil enfrenta este desafio com confiança e experiência. Paralelamente, as bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, ícones da vela brasileira, intensificam seus treinamentos na mesma raia, mirando nos Jogos de Paris 2024.

O Campeonato Mundial da Juventude, anualmente chancelado pela World Sailing, reunirá mais de 450 velejadores de 61 países em 2023. A Energisa é a patrocinadora oficial da Equipe Brasileira de Vela Jovem neste prestigiado evento.

Além disso, a vela brasileira conta com um suporte vital do Núcleo de Base do programa da CBVela em parceria com o Ministério do Esporte. Este projeto, em vigor desde o ano passado, oferece treinamento a adolescentes entre 13 e 17 anos na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, e em outros locais estratégicos.

O compromisso da CBVela é moldar jovens atletas, conduzindo-os ao alto rendimento, com participações em competições de classes olímpicas e pan-americanas. A CBVela, orgulhosamente filiada à World Sailing e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), é a representante oficial da vela esportiva do Brasil.