Vela brasileira estreia no Mundial de Todas as Classes

0
242
Paris 2024 Olympic Sailing Test Event, Marseille, France. Day 5 Race Day on 13th July 2023.

A Equipe Brasileira de Vela enfrentou vento forte no primeiro dia de regatas do Campeonato Mundial da modalidade, em Haia, na Holanda. Nesta sexta-feira (11), quatro classes foram para a água em seus primeiros compromissos no evento, que é classificatório para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

O melhor resultado foi da dupla formada por Isabel Swan e Henrique Haddad, da classe 470, que terminou em 10º, com 18 pontos perdidos, num dia marcado por vento fraco na cidade holandesa.

O campeão mundial de Snipe e a medalhista olímpica tiveram bom desempenho na primeira regata e fecharam na terceira colocação. Em seguida, obtiveram um 15º lugar.

A liderança no 470, que passa a ser misto para Paris 2024, é dos japoneses Keiju Okada e Miho Yoshioka, com cinco pontos perdidos. Os outros brasileiros ficaram mais atrás na tabela, com Rodrigo Duarte e Ana Barbachan em 43º e Juliana Duque e Rafael Martins em 50º.

“Foi boa a regata, mesmo a gente largando mal, pois o vento entrou mais pressão pela direita do nosso lado e tinha muita corrente na nossa raia a favor do vento. Difícil a aproximação da boia”, avaliou Henrique Haddad.

O dia de abertura teve estreia também das classes Nacra 17, 49er e 49er FX. As regatas de Fórmula Kite, IQFoil, ILCA 6 e ILCA 7 serão realizadas no sábado (12).

Mais brasileiros em ação

As bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, da 49erFX, enfrentaram dificuldades na estreia e aparecem em 23º no geral, com 21 pontos perdidos. Elas somaram um 11º, um 10º e um 17º lugar (este último descartado). A liderança é das belgas Maenhaut/Geurts, com 3 pp.

Na classe 49er, Marco Grael e Gabriel Simões estão em 48º. Eles tiveram um 24º (descartado), um 9º e um 14º lugar neste primeiro dia.

Na Nacra 17, João Bulhões e Marina Arndt fecharam o dia em 28º, com 25 pontos perdidos. ”Viemos de uma temporada de muitos campeonatos e treinos intensivos, fizemos todo o possível na questão da preparação para esse campeonato, agora é momento de focar na competição e aproveitar o campeonato mais esperado do ano”, contou Marina Arndt.

Já os olímpicos Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino vieram em seguida, em 33º, com 30 na Nacra 17.

 

O Mundial de Haia

Na cerimônia de abertura, que ocorreu nesta quinta-feira (10), o catarinense Bruno Fontes foi o porta-bandeira da delegação brasileira, que conta com 24 atletas convocados.

A competição organizada pela World Sailing vale as primeiras vagas para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 e terá mais de 1.200 velejadores.

É a sexta edição do Mundial de Vela e o Brasil soma ao todo cinco pódios, com quatro de ouro e uma de prata. As regatas serão disputadas até 20 de agosto.

Parte dos atletas participam de eventos internacionais apoiados pelo termo de fomento à vela olímpica com parceria da CBVela. O objetivo é a preparação da Equipe Olímpica Principal de Vela e participação nos campeonatos internacionais. O número do convênio é 930972/2022.

Equipe Brasileira de Vela
49er – Marco Grael / Gabriel Simões
49er Fx – Martine Grael / Kahena Kunze
Formula Kite – Bruno Lobo
Fórmula Kite  – Lucas Pé Fonseca
Formula Kite Woman – Socorro Reis
iQFoil  – Mateus Isaac
iQFoil – Bruna Martinelli
iQFoil – Giovanna Prada
470 Misto – Rodrigo Duarte / Ana Barbachan
470 Misto – Henrique Haddad / Isabel Swan
470 Misto – Juliana Duque / Rafael Martins
ILCA 7 – Bruno Fontes
ILCA 7 – Philipp Grochtmann
ILCA 7 – Felipe Fraquelli
ILCA 6 – Gabriela Kidd
Nacra 17 – João Bulhões / Marina Arndt
Nacra 17 – Samuel Albrecht / Gabriela Nicolino

Comissão técnica
Head Coach – Torben Grael
Chefe de Equipe – Claudio Biekarck
Gerente de Esportes / Técnico F-Kite Masc. – Juan Sienra
Líder Equipe Multidisciplinar – Tânia Sampaio
Secretária Técnica – Thais Ferreira
Rules Advisor – Ricardo Blu Lobato
Barqueiro – Geraldinho Alvado
Técnico Fx – Pepe Lis
Técnico 49er – Henry Boening
Técnico Nacra 17 – Lucas Smith
Técnico 470 – Ricardo Paranhos
Técnico iQFoil Masc. – Bruno Prada
Técnico F-Kite Fem. – Eduardo Abad

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.