Martine e Kahena buscam vaga olímpica no Mundial de Haia

0
189
Paris 2024 Olympic Sailing Test Event, Marseille, France. Day 5 Race Day on 13th July 2023.

As bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze estão prontas para buscarem a vaga olímpica do Brasil em Paris 2024 no Campeonato Mundial de Vela de Haia, na Holanda. A janela das regatas da classe 49erFX terá início nesta sexta-feira (11) e vai até o próximo dia 18.

Além do título, a competição garantirá aos países dos dez primeiros colocados nas disputas de 49er e 49erFX a classificação para os próximos Jogos Olímpicos de Paris. Outras cotas continentais poderão ser preenchidas nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, entre 20 de outubro e 5 de novembro.

As brasileiras vão atrás do bicampeonato mundial nesta competição que ocorre geralmente antes das olimpíadas. Em 2014, a dupla foi campeã em Santander, na Espanha.

Nos últimos meses, Martine e Kahena realizaram uma série de testes de equipamentos e treinos em condições diversas, com o objetivo de competir em alto nível contra as principais equipes da classe no Campeonato Mundial.

Martine Grael e Kahena Kunze vêm de uma sequência positiva em 2023. A mais recente conquista foi a medalha de prata no evento-teste da vela dos Jogos Olímpicos de Paris 2024, realizado em junho, em Marselha.

“Temos feito a melhor preparação possível até esse momento. O evento-teste foi super importante para nos familiarizarmos com as condições da Olimpíada. O Mundial será muito forte e vamos em busca do nosso máximo”, avalia Kahena Kunze.

As velejadoras buscam o quarto pódio na temporada. Além da prata na França, elas conquistaram o ouro no Troféu Princesa Sofía, em Palma de Maiorca, na Espanha, e o bronze na Semana Olímpica Francesa (SOF), em Hyères, dois eventos de grande prestígio no calendário.

“É sempre uma experiência incrível enfrentar as melhores equipes do mundo. Na França, testamos situações como se estivéssemos nas Olimpíadas, então foi bom para ficarmos antenadas. Agora, é ir com tudo em busca da vaga em Paris 2024”, afirmou Martine Grael.
Mais Brasil no Mundial de Haia

O Brasil soma cinco medalhas no Campeonato Mundial de todas as classes, que acontece de quatro em quatro anos: quatro ouros e uma prata. Com isso, ocupa o quinto lugar no quadro geral do evento. A anfitriã Holanda lidera, com oito ouros e 16 pódios no total.

As outras edições do Mundial de todas as classes foram Cádis (ESP) 2003, Cascais (POR) 2007; Perth (AUS)-2011, Santander (ESP) 2015 e Aarhus (DIN) 2019. Anualmente, são disputados os Mundiais de cada classe.

Ao todo, serão oito classes em Haia. Além da 49er e da 49erFX, estão no programa 470 mista, IQFOIL, Fórmula Kite, ILCA 6 & 7 e Nacra 17. São esperados cerca de 1.400 atletas.

Dos 24 brasileiros em ação, nove já disputaram pelo menos uma edição de Jogos Olímpicos. Martine e Kahena têm duas participações no megaevento. Na 470, que passa a ser mista em Paris 2024, serão três duplas do país: Rodrigo Duarte e Ana Barbachan, Juliana Duque e Rafael Martins, atuais medalhistas pan-americanos, e Henrique Haddad e Isabel Swan, bronze em Pequim 2008 na 470.

Na Nacra 17, também com uma mulher e um homem a bordo, as parcerias formadas por João Bulhões e Marina Arndt e Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino tentarão a vaga olímpica brasileira nas águas de Haia.

A Fórmula Kite masculina será representada por Bruno Lobo, top 5 no evento-teste de Paris 2024, e Lucas Fonseca. No kite feminino, Maria do Socorro Reis será a única brasileira.

Na ILCA 7, Bruno Fontes lidera o grupo que terá ainda Philipp Grochtmann e Felipe Fraquelli. Na versão feminina, a ILCA 6, o Brasil contará com Gabriella Kidd.

Na iQFoil, Mateus Isaac está confirmado para mais um desafio. No feminino, Bruna Martinelli e Giovanna Prada serão as representantes.