Classe C30 bate recorde da SIVI 2023

0
148

Entre os mais de 130 barcos já inscritos, a Classe C30 estará entre as mais competitivas da 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, de 23 a 29 de julho.

Com o recorde de oito embarcações, a C30 deve ser a mais numerosa entre as classes one design, que reúnem barcos idênticos a partir do mesmo molde do casco, o que garante equilíbrio e competitividade nas regatas, como em uma disputa entre monotipos.

Estão inscritos cinco barcos do litoral paulista: Bravo, Caiçara KAT Technologies, Kaikias EMS, Kairós e Tonka; dois de Florianópolis: Katana Portobello e Zeus Team, além do Loyalty, com sedes em Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Nos dois últimos anos (2021 e 2022), na fase pós-pandemia, a C30 reuniu cinco barcos em Ilhabela, com domínio do Caballo Loco (atual Tonka), tricampeão brasileiro consecutivo e vencedor da Semana de Vela em 2022. O Kaikias faturou o título em 2021.

A nova tripulação do Tonka estreou na C30 na 2ª Etapa da Copa Mitsubishi em junho, no chamado Warm UP para a Semana de Vela e fez prevalecer o DNA vencedor do barco. O Caiçara KAT Technologies venceu a 1ª Etapa em março e lidera o Circuito Ilhabela de Oceano de 2023 após 14 regatas. Em fevereiro, o Katana Portobello venceu a 1ª Etapa do Brasileiro, em Florianópolis, seguido por Caballo Loco e Zeus Team. O campeonato nacional de C30 será concluído em 28/7, simultaneamente à Semana de Vela.

“Com oito barcos na raia, a nossa expectativa aumenta. Todas as tripulações estão muito bem treinadas e não será fácil para ninguém. Nós, do Caiçara KAT Technologies, estamos ansiosos porque sabemos que as posições serão muito disputadas e para andarmos na frente, teremos de fazer tudo certinho. Iremos com entusiasmo”, afirma o comandante do Caiçara KAT Technologies, Marcos Cesar. Em 2018, além do título brasileiro, o Caiçara conquistou o bicampeonato da Semana de Vela.

Estreantes, porém, experientes – Assim como Tonka e Kaikias EMS, a tripulação do Bravo (ex-Corta Vento) também abriu a temporada de 2023 como estreante na Classe C30. “Estamos muito empolgados para a edição 50 da Semana de Vela, principalmente porque teremos oito barcos iguais na raia. Priorizamos alguns ajustes no mastro e a troca de todos os cabos. O nível técnico estará muito elevado e nossa perspectiva é de crescermos durante a competição”, projeta o comandante do Bravo, Jorge Berdasco.

O Loyalty com sua tripulação eclética, está de volta à C30 após conquistar resultados expressivos em outras classes. “Teremos um recorde com a flotilha da C30 em peso na raia. Será ainda mais difícil brigar pela ponta em relação à estratégia. Nossa vantagem é que velejamos juntos há dois anos, o que nos ajudará no entrosamento. Não será fácil, mas estamos preparados para enfrentar os favoritos”, enaltece o comandante Alexandre Leal.

Fato relevante na 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, é a comemoração dos 100 anos do lendário barco Atrevida, construído nos Estados Unidos e atualmente com sede no Yacht Club Ilhabela (YCI). O Atrevida agregará seu nome à regata de abertura, Alcatrazes – Marinha do Brasil no domingo, às 12h10 após o Desfile de Barcos em frente ao Pier da Vila. Argentina e Austrália são outros dois países com embarcações inscritas na histórica edição do Jubileu de Ouro da Semana de Vela de Ilhabela.

Classe C30 na 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

1 – Bravo – Jorge Berdasco – Iate Clube de Santos

2 – Caiçara KAT Technologies – Marcos Cesar – Pindá Iate Clube

3 – Kaikias EMS – Daniel Hilsdorf e Fábio Aurichio – GV Ilhabela

4 – Kairós – Alessandro Penido – GV Ilhabela

5 – Loyalty – Alexandre Leal – VDS / ICRJ

6 – Katana Portobello – Cesar Gomes Neto – IC Santa Catarina

7 – Tonka – Demian Pons – YC Ilhabela

8 – Zeus Team – Inácio Vandresen – IC Santa Catarina

Foto: @neto_ilhabela | @onboardsports360