Prova de canoagem agita Yacht Clube da Bahia

0
122

O Yacht Clube da Bahia promove neste sábado (11) o Desafio de canoagem Salvador – Morro de São Paulo. A prova que larga na Baía de Todos-os-Santos e segue por mar aberto terá 60 quilômetros e é considerada a mais longa do Brasil sem revezamento. O evento deve contar com mais de 70 barcos e 170 atletas.

O desafio chega à sua sexta edição. A prova é aberta a todos os praticantes de canoas polinésias, chamadas de VA’A, e Surfskis, que são os caiaques oceânicos de alta performance. Nos eventos dos anos anteriores, os atletas enfrentaram em média cinco horas de travessia.

A largada será às 7h em frente ao Yacht Clube da Bahia, que fica próximo ao cartão-postal da cidade, que é o Farol da Barra. A chegada será localizada no Morro de São Paulo, na Ilha de Tinharé, no Arquipélago de Cairu.

”É um endurance, concebido para ser uma prova dura. É a maior do país e talvez, do mundo, sem auxílio externo, ou seja, sem revezamento, ou barco individual de apoio para cada competidor”, disse Luis Eduardo Pato, Gerente Geral de Esporte e Lazer do Yacht Clube da Bahia.

Na chegada em Morro de São Paulo a organização terá uma estrutura de alto nível para receber os atletas e seus acompanhantes. A chamada Vila da Canoagem terá lojas, praça de alimentação, massoterapia, chuveiros, secretaria do evento e muita música e animação.

Todas as canoas são equipadas com rastreadores via satélite (Spots) de alta tecnologia, monitoradas por duas centrais de controle, uma em Salvador e outra em Morro de São Paulo, e também via web, para o acompanhamento em tempo real pelo site.

O evento oferece uma frota de 10 embarcações do Yacht Clube da Bahia acompanhando todo o percurso. Lanchas e motos aquáticas darão suporte na largada e chegada. Além dos aspectos técnicos e esportivos, o desafio possui um enorme potencial turístico.

Foto: Peu Fernandes