Está chegando a Vendée-Arctique-Les Sables d’Olonne

0
42
Lorient La Base, Défi Azimut 2019. Jeudi 19 septembre, départ des 48heures

A regata Vendée-Arctique-Les Sables d’Olonne teve sua largada confirmada para 4 de julho e a organização divulgou seu cronograma de atividades pré-evento.

Como manda a regra de evento de vela oceânica Classe A na França, a prova exige integração dos velejadores e equipes com os fãs da modalidade, mesmo em tempos de COVID-19.

A competição é considerada o último teste para a Vendée Globe partirá de Les Sables d’Olonne, na França, num percurso triangular pelos mares da Europa, passando por Islândia e os Açores.

Serão quase 3.600 milhas náuticas de navegação individual a bordo de IMOCA60.

Os velejadores têm a última chance de qualificação milhas velejadas para a Vendée Globe, que será só em 8 de novembro.

A VG é a volta ao mundo em solitário e sem escalas!

A Vendée-Arctique-Les Sables d’Olonne foi projetada para os velejadores  reatarem seus laços com vida no exterior.

A regata entrou no lugar da New York-Vendée-Les Sables d’Olonne, que deveria começar no dia 16 de junho.

A crise da saúde e o bloqueio de dois meses interromperam seriamente a programação das equipes esportivas.

Esse evento francês vai receber 21 barcos.

”Tudo está em um cronograma muito apertado desde o final da Transat Jacques Vabre em 2019 até o início do Vendée Globe no final de 2020”, disse o francês Jérémie Beyou (Charal).

”Foi necessário refazer o cronograma inteiro”.

Para a francesa Clarisse Crémer (Banque Populaire X), a Vendée-Arctique-Les Sables d’Olonne será a primeira prova individual na IMOCA.

”Não é uma tarefa fácil! Mesmo que eu queira ir rápido e navegar por uma boa trajetória, basicamente vou me concentrar no meu barco e em mim”.

”Terminar a prova, honrar minha equipe e provar que sou uma velejadora são objetivos concretos”.

Por Flávio Perez