Site europeu de aluguel de barcos chega ao Brasil

0
774
Com locações a partir de R$ 500, Nautal oferece mais de 200 opções de embarcações em 27 cidades/Divulgação

 

Com locações a partir de R$ 500, Nautal oferece mais de 200 opções de embarcações em 27 cidades/Divulgação

Com locações a partir de R$ 500, Nautal oferece mais de 200 opções de embarcações em 27 cidades

A costa brasileira ostenta algumas das praias mais belas do mapa e atrai turistas e navegantes de diversas partes do país e do mundo. De olho no potencial do setor náutico tupiniquim, a plataforma europeia de locação de barcos Nautal (www.nautal.com.br) cruzou o Atlântico, com o objetivo de oferecer uma experiência desburocratizada e democrática a esses viajantes. O negócio disponibiliza de pequenas a grandes embarcações em 27 cidades espalhadas pelo Brasil, com aluguéis a partir de R$ 500.

Criado em 2013, o marketplace disponibiliza cerca de 26 mil embarcações em mais de 60 países, e, em 2 meses em funcionamento no Brasil, já conta com mais de 200. Por meio de um processo 100% on-line, o usuário pode escolher desde um jet ski para se divertir sem se afastar da costa, passando por uma lancha que garanta o passeio pelas ilhas locais, até um iate com um alto padrão de curtição. “A locação pode ser feita por meio período, diária ou semanal, para melhor se adequar às necessidades dos interessados”, afirma Roger Llovet, Diretor de Operações da Nautal. A empresa também conta com assessores náuticos multilíngue, para ajudar o consumidor a buscar o barco e destino ideais.

Entre os destinos mais populares para desfrutar uma experiência em alto-mar estão Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Ilhabela, Guarujá e Florianópolis. Ao alugar um barco na plataforma, é importante se atentar aos pré-requisitos definidos pelo proprietário da embarcação, como a inclusão ou ausência dos serviços de marinheiro. “Há aluguéis que podem ser feitos sem a contratação do profissional, para quem tem habilitação náutica. Mas, é interessante considerar a familiaridade em relação ao espaço e às condições climáticas da região, uma vez que o marinheiro pode trazer dicas preciosas para tornar a experiência ainda melhor”, lembra Llovet.