Turismo em Pauta – jornalista Zeni Rates

1
259

 

 

Turismo em Pauta – jornalista Zeni Rates 

Slide1

Coluna: TURISMO EM FOCO
Zeni Rates


zenirates@midiatur.com.br


 COLUNA – 05



 




Encontro Nacional de Turismo de Pesca em Urubici

Slide2

A Universidade do Vale do Itajaí (Univali) realizará dia três (3) de setembro, o 1º Encontro Nacional de Turismo de Pesca (TurPesca), em Urubici, SC. O evento vai reunir professores, estudantes e empresários do setor,visando fomentar os debates sobre a pesca como produto turístico. O evento é uma realização do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria da Univali. Nas palestras estão temas como o impacto socioeconômico, a inclusão social e a capacitação para o turismo de pesca e os desafios para a gestão de um mercado turístico desordenado. Visa também divulgar pesquisas e experiências do turismo de pesca, que abrange o desenvolvimento turístico e a qualificação profissional, aliados à pesca esportiva. Cases de sucesso serão compartilhados e as palestras serão ministradas por representantes de entidades públicas e privadas de Santa Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Paraná. Entre os palestrantes estará o biólogo Felipe Luiz, professor da Univali, que falará sobre o impacto do turismo de pesca da truta na região da Serra Catarinense. Ao final do dia, haverá uma mesa redonda visando traçar as diretrizes para o turismo de pesca. Inscrições podem ser feitas no link: https://siaiap07.univali.br/…/staff/login/index/cdEvento/910





Potencial do Turismo de Pesca

Slide3

Fotos: Edevar Zorrer

O professor Francisco Antonio dos Anjos, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria da Univali, explica que o Brasil possui diversidade de peixes e alto potencial para o turismo de pesca. No entanto, a atividade ainda é pouco explorada. “Este evento promoverá encontros e debates salutares para mapearmos diretrizes estratégicas do turismo de pesca, em curto, médio e longo prazo”, destaca. A inscrição custa R$60 para alunos, egressos, professores e funcionários da Univali. Para os demais, o custo é de R$110. Inscrições podem ser feitas no link: https://siaiap07.univali.br/…/staff/login/index/cdEvento/910
Mais informações: (47) 3261-1315 / 3261-1248, na Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria da Univali ou (47) 9985-6547 com o professor Francisco Antonio dos Anjos.
Fotos: Edevar Zorrer




 

Ponte Hercílio Luz terá programa de visitação guiada

 

Slide4

Buscando aproximar a comunidade da Ponte Hercílio Luz, o governo do Estado lançou um programa de visitas públicas guiadas ao monumento, símbolo de Santa Catarina, construída em 1920. A ação busca reaproximar a comunidade da ponte, cuja estrutura está interditada desde 1991. Ao mesmo tempo, permite ao público acompanhar de perto o complexo e delicado processo de restauração do monumento que acaba de completar 90 anos. Para garantir o acesso do público com segurança, sem interferir no andamento dos trabalhos, as visitas acontecerão em datas predeterminadas pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) e Secretaria de Estado da Comunicação. As visitas não terão uma periodicidade fixa. O calendário vai depender do estágio da obra e cada grupo será integrado por 25 pessoas que receberão informações detalhadas do roteiro da visita e questões históricas e técnicas do projeto. Informações sobre as obras também poderão ser acompanhas pelo site: www.nossahercilioluz.com.br; através do qual o público poderá agendar sua visita.




Farinhada no Engenho

dos Andrade

Slide5

Uma festa imperdível. Coloque em sua agenda: o Casarão Engenho dos Andrade convida você e sua família para participar dia 27/08, sábado, de mais um evento cultural da Ilha: a tradicional Farinhada do Divino, que se realiza no tradicional engenho, com lançamento da Festa do Divino Espírito Santo do bairro de Santo Antônio de Lisboa. Aproveite para conhecer e saborear a farinha orgânica feita na hora e seus derivados. E claro, se deliciar com os pratos típicos do evento como o pirão com linguiça, o feijão, o escondidinho e que conta com serviço de bar e show das bandas Ayon e Cruzzy.

Sábado, 27 de agosto às 19:30 e Domingo, 28 de agosto às 20:30

Casarão E Engenho Dos Andrade em Florianópolis

 




MASC: 1º museu brasileiro a receber a mostra Gaudí, Barcelona 1900

Slide6

Após a exposição de Joan Miró, o Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) fechou nova parceria com o Instituto Tomie Ohtake. Graças a iniciativa, Florianópolis será a primeira cidade do país a receber a mostra Gaudí, Barcelona 1900, do arquiteto catalão Antonio Gaudí. Amostra reúne 71 obras do mestre catalão, sendo 46 maquetes – quatro delas em escalas monumentais – e 25 peças entre objetos e mobiliário. Completam a mostra mais 42 trabalhos de outros artistas e artesãos de Barcelona, produzidos nos anos 1900. Os trabalhos a serem expostos virão do Museu Nacional de Arte da Catalunha, Museu do Templo Expiatório da Sagrada Família e da Fundação Catalunya-La Pedrera, Gaudí. Abertura será dia 26/08 (para convidados) Visitação: de 27 de agosto a 30 de outubro de 2016 (terça-feira a domingo, das 10h às 21h). Valor do ingresso: de quarta-feira a domingo R$10 (meia R$5). Entrada gratuita às terças-feiras.




ABR também questiona

Decolar e outras OTAs

Slide7

 

A Associação Brasileira de Resorts (ABR) também está em guerra com as OTAs. Após a ABIH e o Fohb, agora é a vez da entidade que representa os resorts protestar contra o aumento das taxas de comissão por parte da Decolar.com e outras agências online. Luigi Rotunno, presidente da ABR, ressalta que, devido aos custos atuais da hotelaria, a proposta de aumento é absolutamente injusta. “Isso prejudicará o consumidor”, afirmou. “Os resorts já têm os preços mais altos da hotelaria e se tivermos que pagar comissões mais altas, quem sofrerá é o nosso cliente”, acrescenta Rotunno ressaltando que, embora as negociações estejam sendo duras, as OTAs não estão irredutíveis. Por isso, ele acredita em um acordo. “Eles estão atentos e não se negaram a negociar”, acrescentou. Sobre a força desse canal de distribuição e o apoio que inicialmente a própria hotelaria deu às OTAs, Rotunno ressalta que naquele momento, elas se apresentavam como uma forte opção, com taxas que variavam entre 10 e 12% consideradas justas à época pela hotelaria.“Precisamos ampliar este diálogo e chegar a um acordo em que todo mundo ganhe”, destacou. “Não podemos ceder, pois isso pode ser um precedente para outras OTAs e as operadoras. E a hotelaria não suportará mais este custo”, finalizou.
Fonte: Mercado & Eventos


Coluna anterior: 

https://regatanews.com.br/turismo-em-pauta-jornalista-zeni-rates-3/


 

 

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.