Sul de Santa Catarina – Raimundo Colombo destaca números do Porto de Imbituba

0
98
Foto: Julio Cavalheiro/Secom
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Com a Praia da Vila como cenário, Raimundo Colombo gravou o programa Com a Palavra, o Governador em Imbituba, no Sul do estado, durante visita ao porto. Os números, a diversidade de cargas que são movimentadas e a eficiência do complexo portuário catarinense foram o assunto principal do programa. O lançamento do programa de redução das desigualdades e a avaliação da reunião do colegiado pleno completaram a entrevista.


Em visita ao Porto de Imbituba, Raimundo Colombo destacou que o processo de expansão fortalece a economia catarinense diante da crise. De 2012, quando o Estado assumiu a administração, até agora, o Porto de Imbituba registrou um crescimento de 70% na movimentação de cargas, com destaque para o mês de março desse ano em que bateu o recorde de 504.860 toneladas de cargas movimentadas – a maior marca já registrada na história do porto.
“Com um complexo portuário eficiente, como é o caso de Santa Catarina, atrai novos investimentos e ajuda a dinamizar a atividade econômica. Esse mecanismo é fundamental diante do período de dificuldades que estamos vivendo”, disse o governador.
Colombo citou como exemplo a diversidade de cargas, outro diferencial do Porto de Imbituba que se prepara para realizar o embarque inédito de uma carga de terneiros vivos para a Turquia, ainda nesse mês. “Com essa alternativa, vamos conseguir proteger a cadeia produtiva da pecuária, já que os criadores estão com dificuldades de manter o gado confinado por causa do alto custo de insumos”, avaliou Colombo.
Os animais, com idade entre seis e oito meses e peso de aproximadamente 200 quilos, foram adquiridos de produtores rurais catarinenses, o que movimentou cerca de R$ 6 milhões. Todos os 4,3 mil terneiros são das raças Charolês e Limousin. Ainda esse ano, está programado o embarque de automóveis pelo Porto de Imbituba.
O governador também falou do lançamento do programa que tem como objetivo reduzir as desigualdades com foco inicial em 12 regiões do estado que apresentam os menores indicadores sociais e econômicos.
Para finalizar, Colombo avaliou de forma positiva a reunião com o colegiado pleno. Disse que todos estão empenhados em executar as medidas necessárias para ajudar o Estado a manter o equilíbrio fiscal. “Vamos reduzir o que for preciso e garantir que os serviços serão prestados de forma plena e eficiente ao cidadão. Nosso desafio é encontrar uma fórmula adequada e responsável de fechar essa conta tão difícil entre a redução da receita e o aumento do custo. É um exercício diário de fazer gestão”, concluiu Raimundo Colombo.




*EDIÇÃO DA REDAÇÃO/ EDITORIAL EDITION
*Edição – Adilson Pacheco
MTB: 0002362/SC
E-mail: adilsonpachecoredacao@gmail.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/adilson.pacheco.75
Facebook: https://www.facebook.com/Regata-News-698702346874230/?fref=ts
Issuu: https://issuu.com/regatanew_sc
http://www.dailymotion.com/adilson-pacheco1
Linkedin: https://br.linkedin.com/in/adilson-pacheco-6337a24a