Coluna do Adilson Pacheco### Bochecha é o técnico do time náutico Itajaí Sailing Team # Empresário de Joinville promove 25 anos a Regata Armação #

0
195

Coluna do Adilson Pacheco
25/01-09:01

primeira (1)

 

 

Alexandre Santos inova Itajaí Sailing Team (I)


 

foto 1 - coluna ap (1)

O estrategista do time náutico Itajaí Sailing Team, Alexandre Santos, começa 2016 com três grandes novidades: a primeira, o time só vai participar da classe IRC, segunda,- o treinador do time é o velejador André Fonseca, Bochecha e a terceira novidade o novo barco do time – um veleiro de 40 pés – será apresentado ao público entre o final de fevereiro e o começo de março.

Alexandre Santos inova Itajaí Sailing Team (II)

A Classe IRC chegou ao Brasil há pouco tempo, mas já tem se mostrado um sucesso. Só em 2014, 68 barcos foram medidos na regra. De acordo com Alexandre dos Santos, coordenador do Itajaí Sailing Team, os treinos para a primeira competição da equipe na nova categoria começam neste final de semana, em Florianópolis, tendo Bochecha a bordo. Com a mudança de categoria, a equipe do Itajaí Sailing Team, vai utilizar uma nova embarcação nas competições que disputará. Segundo Alexandre, Bochecha é um estimulador da classe HP 30 no Brasil. O time do Itajaí Sailing Team vai responder pela divulgação da categoria no Sul do Brasil.

Alexandre Santos inova Itajaí Sailing Team (III)

tres (1) (1)

O comandante da embarcação da equipe continua sendo o velejador Marcelo Gusmão e Bochecha, o técnico. A entrada de Bochecha – como técnico do Itajaí Sailing Team vai lançar este veleiro e seu time no mercado esportivo náutico internacional.



 

Bochecha (1)

Catarinense, radicado em Florianópolis ele já participou de três Volvo Ocean Race. A primeira foi a bordo do lendário Brasil 1. Imagine só, a tripulação do Brasil 1 – Torben Grael, Horácio Carabelli, Knut Frostad (atual CEO da Volvo Ocean Race); Joca Signorini, entre outros. Anos depois, em 2008-2009, fez parte do holandês Delta Lloyd. Já na edição 2014/2015, Bochecha é chamado pelo skipper Iker Martinez, para integrar a equipe do barco espanhol MAPFRE. Bochecha faz parte de um elite de velejadores internacionais.



 

 

Regata Armação


 

FOTO 2

O empresário Hélio Schutzer, de Joinville, promoveu a 25º edição da Regata Armação, ocorrida no final de semana. Aproximadamente 46 embarcações de várias categorias participaram do evento. A regata marca a abertura do campeonato náutico do Ranking Norte Catarinense de Monotipos. A competição ocorre em frente à casa do empresário que é um dos desportista. Para Hélio, a regata Armação nasceu de um grupos amigos e foi acontecendo. A regata encerra com uma gostosa feijoada servida no jardim da casa do empresário.

Calendário Anual do Ranking Norte-Catarinense

• Barra Velha 13/fev
• Penha 27/fev
• Zimbros 12/mar
• Itacolomi 02/abr
• Porto Belo 16-17/abr
• JIC 07/mai
• Porto Belo 11/jun
• JIC 27/ago
• Barra do Sul 17/set
• Florianópolis 15/out
• Porto Belo 19/nov
• Marinha 03/dez



 

Ponto de ônibus

FOTO 3

A praia da Armação é uma praia cada vez mais crescente, mas tem suas carências. Quem precisa sair da cidade é necessita pegar um ônibus trecho Armação-Navegantes – se prepare para torrar, isto mesmo, torrar no sol. Tem ponto de ônibus que não tem nenhuma cobertura.



 

Navegantes e sua rodoviária


 

Navegantes tem um grande potencial turístico – sede de grandes empresas de fabricação de barcos e do maior terminal privado da América do Sul. Mas sua rodoviária é uma verdadeira calamidade. O prefeito Roberto de Carlos – pelo visto não tem dado a devida atenção para a boa imagem da cidade.



 

Feira do Mar em Itajaí


 

FOTO 4

Faltam 95 dias para a Feira Internacional da Economia do Mar – Brasil – Itália. Itajaí recebe em maio a Feira Internacional da Economia do Mar. Já nos primeiros dias de 2016 às duas maiores fabricas de iates da cidade a Azimut Yachts e Fibrafort anunciavam a comercialização de iates no mercado americano e australiano. E para fechar, a construção civil inova com construção de um edifício nas proximidades da Marina Itajai – com 17 andares com piscina em cada andar e até de espaço na marina para quem tiver barcos.

Navio de Cruzeiro I


Acidade de Itajaí vem obtendo um forte crescimento no setor náutico – além de marina, regatas a cidade recebe anualmente cerca de 40 escalas de cruzeiros marítimos com uma média de 700 como o a 3 mil passageiros e tripulantes. Um detalhe interessante, Itajaí possui o único píer turístico de Santa Catarina com toda infra estrutura alfandegaria para embarque e desembarque de passageiros. Ao contrário de São Francisco, Porto Belo – onde os passageiros são transportado em pequenas embarcações do navio até o píer. Na cidade – o navio atraca no píer facilitando a vida do turista.

Navio de Cruzeiro II

5
Um dado interessante é que esta infraestrutura de atração tem um custo operacional mais alto. E assim as empresas operadoras de cruzeiros optam em atracar alguns quilômetros da costa e levar os passageiros a bordo de pequenas embarcações.

Convention Visitors
Agora é preciso dizer que Itajaí precisa de uma forte operadora de turismo voltada para o setor marítimo. A cidade ainda sofre fortes prejuízos com a ausência de uma Convention Visitors Bureau, aliás tem um – criado pelo advogado Marco Antônio – mas que não tem nenhuma atividade operacional – mas existe de direito e de fato.

Convention Visitors II
Agora é preciso dizer – que o poder público tem uma forte atuação no setor marítimo, mas a cidade de operadoras de turismo para vender o turismo local. Em outra palavras, empresa que criem pacotes turísticos com os atrativos da cidade e comercializem com as operadoras marítimas. Enquanto não ocorrer isto, o turista desembarca no Píer Guilherme Asseburg passeia pelo centro da cidade e ou embarca em um dos inúmeros ônibus e vans e vai conhecer Balneário Camboriú, Florianópolis ou Blumenau.

Visibilidade

Hoje a cidade de Itajaí tem uma grande visibilidade mundial – a cidade recebeu por duas vezes as duas maiores regatas da Europa – a francesa Transat Jacques Vabre e Volvo Ocean Race.

Fibraforte na Austrália

Acostumada a transações com países da Europa, América do Sul e Emirados Árabes, o maior estaleiro da América do Sul em número de embarcações fabricadas por ano, a Fibrafort expande a atuação para a Austrália. O ingresso no mercado australiano é feito com a comercialização de 23 embarcações de 13 modelos diferenciados, incluindo a F400 Gran Coupé, embarcação da linha Yacht que é referência internacional em desempenho na categoria. As transações foram realizadas com concessionária de Brisbane, que já se tornou um dos importantes dealers para o estaleiro catarinense. “Esta é mais uma porta que se abre para os nossos objetivos de expansão mundial”, afirma o presidente e fundador da Fibrafort, Márcio Ferreira.

Projeto Conexão em Pernambuco

A primeira competição de veleiros de oceano de 2016 aconteceu: dia 16 de janeiro. A prova, reuniu embarcações monocasco, catamarã e trimarã, integra o projeto Conexão Paiva, da Tangram Cultural. O percurso da Regata Conexão foi do Marco Zero-Paiva-Marco Zero e faz parte da primeira etapa do Campeonato Pernambucano de Veleiro de Oceanos 2016. A competição foi chancelada pela Flotilha Recifense de Veleiros de Oceano (Frevo) e conta com o apoio do Cabanga Iate Clube de Pernambuco.

APM Terminals cresce 13%


FOTO 6

A APM Terminals Brasil fechou 2015 com o maior índice histórico de produtividade em Itajaí (SC) e Pecém (CE). No terminal catarinense, a produtividade da empresa registrou média de 35,59 movimentos por hora (MPH) por portêiner (guindaste tipo Ship to Shore – STS). O resultado ficou 13% acima da média registrada em 2014, que foi de 31,40 movimentos por hora por STS. O recorde alcançado em Itajaí em 2015 foi de 39,84 MPH por equipamento, o que corresponde a 25% acima da produtividade máxima do ano anterior (31,77 MPH).

Exportação

O Porto de Paranaguá fechou 2015 com o maior volume em exportações da história, com 30,3 milhões de toneladas embarcadas, 8,8% a mais que em 2014. O resultado reflete a resistência do agronegócio do Estado do Paraná diante da crise econômica brasileira, o aumento dos investimentos no porto e da agilidade na movimentação de cargas.


 

Melhor Universidade


 

– A Universidade do Vale do Itajaí (Univali) é a universidade não-estatal catarinense melhor classificada no Índice Geral dos Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC). Na avaliação geral das universidades, divulgado em dezembro pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a instituição ocupa a 8ª colocação no ranking nacional, entre as não-públicas, com a nota quatro, numa escala que vai até cinco.

UNIVALI, AP (50)