Florianópolis – Flotilha catarinense aparece com força e coloca dois velejadores no Sul Americano

0
104

 

Publicação1 (1)

 

José Irineu foi o melhor atleta catarinense na competição, encerrando na sétima posição, enquanto Guilherme Durieux ficou com a última vaga, terminando o evento na 12ª posição geral.


Edição – Adilson Pacheco
adilsonpachecoredacao@gmail.com
Fonte – Danilo Cabloco/ICSC
Post – 19/01-15:28


 

O 44º Campeonato Brasileiro de Optimist, definiu a equipe brasileira que disputará o Campeonato Sul Americano, a ser realizado em Salinas, no Equador, no mês de março. E entre os classificados estão dois velejadores do Iate Clube de Santa Catarina. José Irineu foi o melhor atleta catarinense na competição, encerrando na sétima posição, enquanto Guilherme Durieux ficou com a última vaga, terminando o evento na 12ª posição geral.

“Nós fizemos um grande trabalho com a flotilha. Todos se dedicaram muito e o resultado apareceu com dois atletas classificados para o Sul Americano, além de uma ótima evolução de todos os velejadores. Nosso objetivo era colocar um ou dois atletas no Sul Americano e nós conseguimos”, comemorou o treinador Bernardo Luz.
Classificados pela primeira vez para uma competição internacional, a dupla Guilherme Durieux e José Irineu era só alegria. “Estou muito feliz, essa será a primeira vez que vou competir fora do país e espero dar o meu melhor lá”, comentou Guilherme.

 Descoberto no Projeto Social do Iate Clube de Santa Catarina, José Irineu terminou muito bem a competição e mostrou otimismo para o que vem pela frente. “Estou feliz, mas ainda quero mais. Vou para o Sul Americano para fazer bonito e quero um bom resultado na Seletiva para tentar uma vaga no mundial”, encerrou.

Além da dupla, o Iate Clube de Santa Catarina foi muito bem representado pelos seguintes velejadores: Guilherme Berenhauser (24º), Samer Kayali (25º), Tiago Canto (52º), João da Silva (65º), Luca Miguel (3º na flotilha prata), Tiago da Silva (7º na flotilha prata), Isabela Faria (16ª na flotilha prata), Lucas Romanovski (21º na flotilha prata), Francisco Fidmmenghi (33º na flotilha prata), Gabriel Steinman (45º na flotilha prata), Pedro Buso (63º na flotilha prata) e Gabriel Oliveira (66º na flotilha prata).

    Após o Sul Americano, em março, as atenções da classe Optimist estarão todas voltadas para Ilhabela, em São Paulo. No mês de abril a cidade paulista sedia a seletiva que definira as equipes nacionais para o Mundial, Europeu e Norte-Americano.
O 44º Campeonato Brasileiro de Optimist tem chancela e homologação da CBVela (Confederação Brasileira de Vela) e ABCO (Associação Brasileira da Classe Optimist), com realização do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha. O evento conta com o apoio da CYRELA.


Classificação após doze regatas :


1º Tiago Monteiro (PE- CIC) – 52pp
2º Gabriel Kern (RS – CDJ) – 64pp
3º Giovanne Pistorello (RS – CDJ) – 80pp
4º Lucas Stolf (RS – VDS) – 87pp
5º Vinicius Koeche (RS – CDJ) – 96pp
6º Guilherme Plentz (RS – CDJ) – 107pp
7º José Irineu (SC – ICSC) – 111pp
8º Guido Hirth (RJ – ICRJ) – 115pp
9º Marina da Fonte (PE – CIC) – 115pp
10º Nicolas Bernal (SP – YCSA) -129pp


Classificados para o Sul Americano


Tiago Monteiro (PE), Gabriel Kern (RS), Giovanne Pistorello (RS), Lucas Stolf (RS), Vinicius Koeche (RS), Guilherme Plentz (RS), José Irineu (SC), Guido Hirth (RJ), Nicolas Bernal (SP), Ricardo Continho (BA), Guilherme Durieux (SC), Marina da Fonte (PE), Marina Hutzler (PE), Luiza Moré (RJ) e Ludmila de Lira (PE).