Lages:De virada, Rio do Sul vence batalha de cinco sets em noite de festa em Lages

0
134

RIO DO SUL (1)

O entusiasmado público do município lotou o ginásio Jones Minosso e presenciou a vitória do time catarinense por 3 a 2

– O público catarinense lotou o ginásio Jones Minosso e fez uma grande festa na noite desta terça-feira (12) com a vitória, de virada, do Rio do Sul/Equibrasil sobre o Vôlei Nestlé. Em uma batalha de 2h45min e cinco sets, as parciais foram: 14/25, 25/14, 21/25, 25/19 e 16/14. A oposta Helô foi a maior pontuadora com 23 acertos e ganhou o VivaVôlei como a melhor em quadra. Do lado do Vôlei Nestlé, a belga Lise Van Hecke fez 17, seguida por Thaisa com 16.

A ponteira Suelle torceu o tornozelo no primeiro set e só voltou ao jogo em poucos momentos para sacar. Com isso, Ivna teve que ser deslocada para a ponta e Lise Van Hecke entrou como oposta, a partir do segundo set.

Além dessas dificuldades, Camila Brait entendeu que faltou um pouco mais de paciência para seu time. “A equipe desperdiçou muitos ataques e deixou de marcar em várias viradas. Rifamos demais as bolas, enquanto elas estavam defendendo muito bem. Com isso, acabamos perdendo a paciência”, justificou a líbero.

O Vôlei Nestlé está com 29 pontos, com 10 vitórias em 14 rodadas. O próximo compromisso de Luizomar e suas comandadas será no sábado (16) contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano, às 14h45, no ginásio Milton Feijão, no complexo poliesportivo Lauro Gomes. No primeiro turno, no José Liberatti, a equipe de Osasco superou o rival do ABC, por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/18 e 25/14. Na ocasião, Thaisa foi a maior pontuadora, com 15 acertos, e a melhor em quadra.

O jogo


O Vôlei Nestlé mostrou elenco, concentração e muita disposição na primeira série. Sacando bem e com ótimo aproveitamento de Ivna, chegou a 8/6. Suelle, outro destaque inicial, também marcou 3 pontos para levar seu time a 12/8. Logo em seguida, a ponteira subiu num bloqueio e, na descida, torceu o tornozelo direito. Foi substituída por Carla. A equipe não desanimou. Manteve o ritmo e chegou a 16/9. Mais dois pontos de Ivna, 21/11. Diana e Van Hecke entraram na inversão 5/1 e a belga marcou, 23/12, Adenízia aumentou e Thaisa fechou o set em 25/14.

Depois de um primeiro set quase perfeito, o Vôlei Nestlé voltou desconcentrado e errando muito. O Rio do Sul aproveitou para abrir 5/1 e 8/4 na parada técnica. E foi ampliando a vantagem sem ser incomodado. Chegou a 20/10, quando o técnico Luizomar fez inversão colocando Carla e Diana em quadra. Não adiantou e logo as donas da casa fecharam em 25/14.

Um dos fundamentos principais para superar o adversário é o bloqueio. E isso o Vôlei Nestlé sabe fazer bem. E provou na terceira parcial marcando 6 pontos, sendo 3 de Thaisa. Imprimindo um ritmo forte, o time visitante fez 8/3. Manteve-se à frente na segunda parada técnica, 16/13, com ótimo aproveitamento da belga Lise Van Hecke. Ela marcou 6 pontos na fase aguda do set, incluindo o final, 25/21.

O quarto set começou equilibrado.


As visitantes conseguiram se destacar, tanto que marcaram 9/6. Logo as donas da casa reagiram e empataram em 10/10. Dois pontos de Gabi conduziram o time para 14/12, mas foi só. O Rio do Sul virou para 16/14 e passou a mandar no jogo. Foi abrindo vantagem até fechar a série em 25/19, empatando a partida em 2 sets a 2.

As duas equipes trocaram pontos no tie break até 6/6, com dois acertos de Thaisa e outros dois de Lise. O Rio do Sul fez 10/7 e manteve a vantagem até 14/11, quando dava a impressão que fecharia a partida. Neste momento Gabi fez um ace e sacou bem novamente para Ivna empatar em 14/14. A reação parou aí. E as donas da casa retomaram o controle e fecharam o set desempate em 16/14.



No Vôlei Nestlé jogaram: Dani Lins (3), Ivna (8), Thaisa (16), Adenízia (10), Gabi (9), Suelle (3) e a líbero Camila Brait. Entraram: Diana (2), Lise Van Hecke (17) e Carla. Técnico: Luizomar de Moura.


No Rio do Sul/Equibrasil jogaram: Giovana (1), Helô (23), Ju Nogueira (7), Vanessa (10), Fran (18), Camila Paracatú (12) e a líbero Isabela. Entraram: Duda (2), Luciana (2) e Juliana Paz (5). Técnico: Spencer Lee.



Nestlé busca sexto título


A Nestlé tem uma história vitoriosa no vôlei brasileiro e, até o momento, possui cinco títulos da Superliga. Na década de 1990, o Leite Moça ganhou a competição nas edições de 1994/95, 1995/96 e 1996/97. O time daquele período contava com craques como Fernanda Venturini, Ana Moser, Virna e Leila. A empresa retornou ao esporte em 2009, quando assumiu a equipe de Osasco. Na segunda versão do patrocínio, o Sollys/Nestlé foi campeão em 2009/10 e 2011/12. Os dois troféus foram conquistados sob o comando de Luizomar e o time já possuía as jogadoras Adenízia, Thaisa e Camila Brait.

Osasco também almeja o hexa


Pentacampeão nacional, o clube de Osasco também está na briga por sua sexta taça da Superliga. Com o antigo patrocinador, a agremiação subiu no topo do pódio em 2002/03, 2003/04 e 2004/05. Já com a Nestlé de parceiro, o time foi campeão em 2009/10 e 2011/12.


Tabela da Superliga


2º turno:
22/12 – Vôlei Nestlé 3 x 0 Concilig/Vôlei Bauru – Osasco
08/01 – São Bernardo 0 x 3 Vôlei Nestlé – São Bernardo
12/01 – Rio do Sul/Equibrasil 3 x 2 Vôlei Nestlé – Lages
16/01 – 14h45 – São Cristóvão Saúde/SCS x Vôlei Nestlé – São Caetano (RedeTV)
18/01 – 19h30 – Vôlei Nestlé x Terracap/Brasília Vôlei – Osasco
02/02 – 19h30 – Vôlei Nestlé x Pinheiros – Osasco
05/02 – 19h30 – Vôlei Nestlé x Dentil/Praia Clube – Osasco
12/02 – 19h30 – Camponesa/Minas x Vôlei Nestlé – Belo Horizonte
16/02 – 19h30 – Vôlei Nestlé x Sesi-SP – Osasco
19/02 – 19h30 – Vôlei Nestlé x Renata Valinhos/Country – Osasco
04/03 – À definir – Rexona-Ades x Vôlei Nestlé – Rio de Janeiro

1º turno:



10/11 – Vôlei Nestlé 3 x 1 Rio do Sul/Equibrasil – Osasco
13/11 – Concilig/Vôlei Bauru 0 x 3 Vôlei Nestlé – Bauru
17/11 – Vôlei Nestlé 3 x 0 São Bernardo – Osasco
24/11 – Vôlei Nestlé 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano – Osasco
28/11 – Terracap/Brasília Vôlei 2 x 3 Vôlei Nestlé – Brasília
01/12 – Pinheiros 2 x 3 Vôlei Nestlé – São Paulo
04/12 – Dentil/Praia Clube 3 x 1 Vôlei Nestlé – Uberlândia
08/12 – Vôlei Nestlé 1 x 3 Camponesa/Minas – Osasco
11/12 – Sesi-SP 1 x 3 Vôlei Nestlé – São Paulo
15/12 – Renata Valinhos/Country 0 x 3 Vôlei Nestlé – Valinhos
18/12 – Vôlei Nestlé 0 x 3 Rexona-Ades – Osasco