Porto final: Duas classes conheceram seus campões em Itajaí

0
148

FRAN E FRAN  (1)

Duas classes conheceram seus campões em Itajaí (SC), destino final da aventura de 10 mil quilômetros desde a França. O FenêtréA Prysmian (Multi50) e o PRB (IMOCA) ganharam o título pelo segundo ano consecutivo em suas categorias e puxaram a fila dos demais barcos


 

Edição- Adilson Pacheco
Fonte – Flávio Perez/Onboardsports
Post – 12/11-17:52


 

 

Uma quarta feira movimentada no porto final da 12ª Transat Jacques Vabre. Duas classes conheceram seus campões em Itajaí (SC), destino final da aventura de 10 mil quilômetros desde a França. O FenêtréA Prysmian (Multi50) e o PRB (IMOCA) ganharam o título pelo segundo ano consecutivo em suas categorias e puxaram a fila dos demais barcos. Outros dois veleiros chegaram na cidade catarinense no início da noite: Banque Populaire e Queguiner – Leucemie Espoir, prata e bronze na IMOCA. Mais veleiros são esperados nos próximos dias. Das 42 duplas que largaram, 25 seguiram na disputa e seis já terminaram. “A Transat Jacques Vabre é para mim um grande clássico da vela francesa hoje. Entramos para ganhar a regata, que foi muito difícil e sofrida”, explicou Vicent Riou, bicampeão com o PRB e um dos maiores nomes da modalidade na Europa.


 

Banque Populaire



A briga no IMOCA


 

 

 

O duelo pelo título da classe IMOCA foi bem disputado! Três barcos se revezavam na frente desde a largada, ocorrida em 25 de outubro, na cidade de Le Havre, na França. Banque Populaire e Queguiner – Leucemie Espoir chegaram a dominar a categoria em determinado momento, mas o time vencedor ganhou mais terreno após a passagem pelos Doldrums e a Linha do Equador. O PRB de Vicent Riou e Sebastien Col cruzou a linha de chegada de Itajaí (SC) em 17 dias e 41 minutos. O desempenho em 2015 foi ainda melhor do que na edição anterior – 19 minutos e 23 segundos a menos.

“Foi um bom duelo, pois eles não nos deixaram descansar. A diferença para o segundo chegou a ser menor do que 50 quilômetros na terça. Em uma regata de 10 mil quilômetros não é nada“, disse Vicent Riou.


 

FenêtréA na Multi50


 

 

O barco FenêtréA Prysmian conquistou pela segunda vez consecutiva o título da Transat Jacques Vabre na classe Multi50. Na manhã desta quarta-feira (11), o multicasco comandado pela dupla Erwan Le Roux (França) e Giancarlo Pedote (Itália) cruzou a linha de chegada em Itajaí (SC) após um percurso de 10 mil quilômetros desde Le Havre na França. Foram 16 dias, 22 horas e 29 minutos de travessia pelo Oceano Atlântico com velocidade média de 13,29 nós. O italiano Giancarlo Pedote disse que o momento foi mágico. ‘‘Foi a realização de um sonho. Mais jovem eu sonhava todas as noites em deixar o píer e correr regatas assim. Hoje eu consegui vencer minha primeira travessia oceânica. Uma mistura de emoções tomou conta de mim nos metros finais”.

Em 2013, o FenêtréA tinha outro patrocinador e um parceiro diferente para Erwan Le Roux, mas o multicasco era o mesmo. O velejador francês também venceu a edição 2009 na mesma categoria.


 

A Multi50 tem ainda dois barcos na disputa: o Ciela Village – chegando apenas na quinta-feira (12) – e o Arkema – que deve demorar mais a terminar após ficar parado em Salvador (BA) para reparo no casco. O La French Tech Rennes Saint Malo abandonou após colidir com um contêiner em alto mar.