Fornecedores da Fórmula E para o GEN4 são confirmados pela FIA

0
60

A FIA confirmou nesta quarta-feira (06) os fornecedores para o carro de corrida GEN4 – previsto para estrear na 13ª Temporada 13 do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E em 2026/27.

Embora a Fórmula E tenha apenas nove temporadas, a tecnologia na pista está em constante evolução e passou por mudanças revolucionárias nesse curto período de tempo. Um longo caminho foi percorrido desde a estreia em 2014 e recentemente a categoria teve o ano de estreia do revolucionário GEN3.

O presente

A 9ª temporada viu o terceiro grande salto da Fórmula E e a introdução à era GEN3, com o novo carro GEN3 apresentado e lançado no E-Prix de Mônaco de 2022 e entrando na pista pela primeira vez em Valência, nos testes de pré-temporada que foram realizados naquele mesmo ano.

O GEN3 é mais leve, mais rápido e mais sustentável do que todos os seus antecessores, e incorpora uma série de características de ponta destinadas a inspirar e informar os principais fabricantes automotivos sobre os seus próximos movimentos no mercado automóvel de consumo.

É também o carro de corrida mais eficiente do planeta, com quase 50% da energia que gasta recapturada para utilização através da traseira e de um novo trem de força dianteiro, para uma regeneração total de energia de até 600kW.

Cada aspecto da produção do GEN3 foi repensado, redesenhado e reconstruído a partir do zero – em um processo liderado pela Gerente Técnica da Fórmula E da FIA, Alessandra Ciliberti – garantindo que o carro incorpore a referência para corridas sustentáveis e de alto desempenho sem compromisso, com todos os fornecedores necessários para completar uma avaliação do ciclo de vida dos seus produtos.

A temporada 2022/23 contou com o auge e a interseção de alto desempenho, eficiência e sustentabilidade dos oito anos anteriores da Fórmula E, e o resultado disso foi uma das mais emocionantes temporadas da história da categoria, com diversos recordes sendo superados pista a pista. Foi o campeonato com o maior número de lideres em corridas, e também o de maior número de ultrapassagens, ultrapassando os três dígitos em diversas etapas, sendo o recorde em Portland, com 403!

Sacha Fenestraz, da Nissan, tornou-se o piloto mais rápido da história da Fórmula E com voltas rápidas na Cidade do Cabo e em Portland. O campeão da 9ª temporada, Jake Dennis (Andretti) foi o mais rápido em uma volta durante os playoffs do treino classificatório em Oregon. Naquele mesmo fim de semana, também vimos Mitch Evans estabelecer a velocidade máxima mais alta de todos os tempos da categoria.

O experimental – GENBETA

No fim de semana da decisão do mundial em Londres, vimos uma prévia do que pode estar por vir antes de chegarmos ao GEN4. O revolucionário carro de corrida elétrico GENBETA quebrou o recorde mundial de velocidade em circuito indoor em mais de 50 km/h, atingindo uma velocidade máxima de 218,71 km/h (135,9 mph) dentro do ExCel London.

Pela primeira vez foi visto o trem de força dianteiro na tração – oferecendo um vislumbre tentador do que está por vir com tração nas quatro rodas e 50 kW extras de potência no GEN3, e desta forma o GENBETA quebrou o Recorde Mundial do Guinness em Londres. O carro GENBETA apresentou uma série de modificações para “desbloquear” efetivamente o potencial do GEN3:

– Potência aprimorada da bateria de 400 kW, acima dos 350 kW do GEN3, por meio da ativação do kit de trem de força dianteiro na tração, proporcionando tração integral pela primeira vez em um carro de Fórmula E.

– A bateria foi carregada pela ABB, parceira oficial da Fórmula E e responsável pelo carregamento.

– Novo composto de pneu iON Race, mais macio que o utilizado atualmente, permitindo um aquecimento mais rápido e melhor aderência máxima, desenvolvido pela Hankook Tire, fornecedor oficial de pneus da Fórmula E.

– Placas finais da asa dianteira impressas em 3D, aletas das rodas e um defletor de vento com soluções termoplásticas circulares e mais sustentáveis desenvolvidas pela SABIC, principal parceira do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E, para otimizar a aerodinâmica e melhorar a velocidade em linha reta do GENBETA.

– E o uso do Google Cloud, que forneceu análises generativas de IA das corridas aos pilotos em tempo real, através da Vertex AI.

O futuro

Baseado no inovador GENBETA, o qual foi testado em Londres deste ano, e no pioneiro GEN3, a próxima evolução da Fórmula E será o GEN3.5, que chegará às pistas nas temporadas 11 e 12.

A ativação do trem de força dianteiro na tração e o uso da tração nas quatro rodas em determinados cenários, com pneus mais macios e mais rápidos que os atuais, além de ajustes na carroceria/aerodinâmica, devem fazer os tempos de volta serem ainda mais rápidos do que na atual configuração do GEN3.

Além disso, a era GEN4 trará o próximo grande salto para a categoria, garantindo que o Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E permaneça na vanguarda do automobilismo elétrico.

Os fornecedores do GEN4

O processo de licitação concluído pela Fórmula E e pela FIA envolveu uma análise minuciosa de todas as propostas apresentadas, avaliando as especificações técnicas de cada produto, bem como uma série de aspectos de apoio.

Tal como acontece com o GEN3, o processo de concurso do GEN4 colocou a sustentabilidade no centro das atenções como um pilar fundamental para a Fórmula E. Os fornecedores foram obrigados a identificar todas as medidas que estão a tomar para otimizar as credenciais de sustentabilidade dos seus produtos, reduzir as suas emissões globais e o consumo de recursos ao longo de uma vida. Além disso, todas as emissões inevitáveis são compensadas como parte do compromisso net zero da Fórmula E.

O GEN4 será um carro de corrida com zero emissões líquidas por design, como seu antecessor, mas os limites do que é possível neste espaço devem ser ampliados ainda mais.

Chassis: A Spark Racing Technology continuará a fornecer chassis para a Fórmula E, como tem feito desde o início da categoria.

Baterias: Podium AT – uma empresa italiana com sucesso em uma variedade de projetos de automobilismo, se tornará um fornecedor de um Campeonato Mundial da FIA pela primeira vez.

Trem de força dianteiro: Marelli – ampliando o relacionamento de trabalho de longa data da marca italiana com a FIA.

Pneus: Bridgestone – marcando o regresso do fabricante a um Campeonato Mundial da FIA pela primeira vez em uma década e meia.

A 10ª temporada do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E começará no dia 13 de janeiro de 2024, na Cidade do México, seguida por corridas em Diriyah, São Paulo, Tóquio, Xangai, Roma, Mônaco, Berlim e Portland e Londres.

São Paulo receberá pelo segundo ano seguido o mundial de carros elétricos. A etapa será no dia 16 de março no Sambódromo do Anhembi e os ingressos já podem ser adquiridos através do site da Eleven Tickets.