Brasileiro na Regata Transat Jacques Vabre – Diário de bordo do barco Mussulo com José Guilherme e Gustavo

0
91

 

Diário de bordo do barco Mussulo com José Guilherme e Gustavo

05:49, 30/11/2023: Diário de bordo – 29/11

05:49, 30/11/2023: Vigésimo terceiro  dia

 

29/11/2023 – 19:00–hora de Brasilia

Posição 13 34N  57 46W 

Rumo T° 283

TWD direção do vento atual ENE

TWS velocidade do vento 08-11knt 

Ondas 0,5 mt 

Velocidade 7,5 – 8,5 knt

Singradura total aproximada?

 

Olá a todos e todas…

Vigésimo terceiro dia: este deve ser nosso ultimo report no mar…

 

Vento fraquinho o dia todo, falta pouco e falta muito com este vento tão leve. Estamos a 200 milhas e pela previsão o vento melhora esta noite e vem com chuva. Quem sabe dá para chegar amanhã para o almoço. Aliás seria bom mesmo pois só resta uma refeição e 3 barrinhas de náufrago…

As “meninas” nos deram um banho de estratégia, tática, escolhas mas a vela e a vida regem-se pelos mesmos princípios em que tudo dá certo quando se juntam as coisas certas. As grandes descobertas da humanidade foram todas uma junção de algo que  já existia, mas faltava alguém pôr tudo junto…

Newton na sua soneca pós prandial e cai-lhe uma maçã no seu  voluminoso abdômen e descobre a lei da gravidade, Arquimedes no seu banho mensal observa a subida da sujeira acumulada e descobre a impulsão, Pitágoras do alto do morro ao lado da sua casa observa a Hipotenusa (sua mulher) atravessar o terreno e o dividindo em dois triângulos  e eis que dois cadetes surgem e entram em sua casa, surgindo o Teorema de Pitágoras.

Após essa digressão ao mundo grego, barco é mais ou menos assim:  para dar certo é bom ter um barco adequado ao que se quer realizar, uma preparação e estratégia prévia e uma tripulação que conheça o barco e esteja integrado a ele.

 

Imagem Mussulo

Ao colocar tudo junto a performance é consequência… infelizmente e especialmente por falta de “tempo ($$$)” a nossa campanha não obteve os melhores resultados… mas o meu objetivo principal que é a preparação para a volta ao mundo foi cumprido… sei exatamente o que barco precisa e como me planejar, sei o perfil da  tripulação que preciso e sei o quanto de dinheiro preciso…

Entretanto por do sol, balão em cima, um cardume de peixes voadores (por baixo deles deve estar brava a coisa!!) barulho do barco cortando as ondas… a vida é mesmo feita de momentos.

O vento continua fraco chegada para amanhã à tarde se continuar assim.

Mensagem  extra antes de enviar o report!!! Guga preparou jantar (último) com Osso Buco de Peru, arroz com coco e outros irreconhecíveis ingredientes, mas bons!!! Sobremesa surpresa de “Mousse au Chocolat” , devia estar escondido em algum canto do barco, servido com colher artesanal… já explico: eu gosto de comer a comida liofilizada com colher e o Guga com garfo. Trazemos então duas colheres e dois garfos. Um extra de cada um, não sendo  necessário mais.

Porém na primeira etapa com vento muito ruim uma colher voou da minha mão e ficamos só com uma colher que não foi reposta… e a segunda colher também desapareceu… portanto sem colheres e somente  dois garfos!

Guga fabricou duas colheres a partir de um saleiro e cuidadosamente guardou o sal pois este é um poderoso aliado contra vampiros, mau olhado e outras ameaças do além.

Talvez nem tanto contra a hipertensão!!! Assim pudemos comer a nossa Mousse e quem sabe começar uma empresa de colheres sustentável a partir de saleiros vazios…

Agora sim vai o report

Beijos e abraços a todos

JG e Guga