Brasil tem dia especial com duas vitórias e domina grupo da SSL Gold Cup

0
123

A Seleção Brasileira de Vela dominou as regatas desta quarta-feira (29) das quartas-de-final da SSL Gold Cup, a Copa do Mundo da Vela. Com as duas vitórias nas duas regatas do dia em Gran Canárias, na Espanha, a equipe de Robert Scheidt e Martine Grael assumiu a liderança isolada do Grupo 3.

A decisão dos dois classificados às semifinais será nesta quinta-feira (30) e terá peso dobrado. O SSL Team Brasil soma 10 pontos, seguido por Austrália com 8, Portugal com 7 e Nova Zelândia com 5.

Após ficar sem velejar na véspera por falta de ventos, as rajadas voltaram a bater nas Ilhas Canárias e as regatas foram disputadas com média de 10 nós. Com largadas perfeitas, o Brasil contornou todas as bóias em primeiro lugar, vencendo ambas de ponta a ponta.

”Velejamos muito bem, conseguimos executar nosso plano que era largar a sotavento dos outros barcos. Com isso, a regata clareia e dá para velejar com bastante velocidade, e a Martine fez ótima decisões táticas…estou feliz com a performance do time”, comemorou Robert Scheidt.

”Mas não tem nada definido! Amanhã tem regata valendo o dobro e precisamos ter a mesma atitude de hoje para ganhar a vaga na semifinal. Estamos confiantes, porém os times que estamos velejando contra têm ótimo ritmo e são nações de respeito na vela”.

Desde o procedimento de largada já era possível ver um Brasil com mais atitude, e na maioria das vezes perto da Austrália, que liderava até então a chave. As largadas de Robert Scheidt e equipe foram à sotavento, ou seja, a borda do barco oposta àquela de onde o vento sopra.

As decisões táticas corretas fizeram com que a tripulação tivesse que olhar os adversários no retrovisor e fazer as manobras limpas, sem erros. Deu tudo certo, como explica a bicampeã olímpica Martine Grael.

”As decisões táticas foram fáceis largando na frente! Conseguimos um largadão, Robert acertou o pin que estava favorecido na esquerda e depois foi só proteger e colocar a proa pra baixo! Liderando fica muito mais fácil”, disse Martine Grael.

Na primeira regata do dia, a ordem foi Brasil, Austrália, Portugal e Nova Zelândia. Na segunda, Brasil, Nova Zelândia, Portugal e Austrália. A prova decisiva do grupo brasileiro deve ser realizada por volta das 8h30 no horário de Brasília.

A transmissão será pelo YouTube https://youtu.be/Moar5CtNiX0

Nesta quarta-feira (29), a Espanha venceu mais uma e lidera sua chave com vantagem de 3 pontos para Itália e Suíça. A Lituânia é a lanterna. Outros resultados podem ser acessados no site oficial da SSL Gold Cup.

O time brasileiro tem sido escalado com Alfredo Rovere, Juninho de Jesus, Henrique Wisni, Henry Boening, Gabriel Borges, Mario Tinoco, André Fonseca, Martine Grael e Robert Scheidt. Os suplentes são Gabriel Kieling e Pedro Trouche.

Numeração 

1 Alfredo Rovere
2 Juninho de Jesus
3 Henrique Wisni Gomes
4 Henry Boening
5 Gabriel Borges
6 Mario Tinoco
7 André Fonseca
8 Gabriel Kieling
9 Martine Grael
11 Pedro Trouche
10 Robert Scheidt

Com semelhança das principais Copas do Mundo em outros esportes, a SSL Gold Cup é um evento de igualdade de oportunidades com barcos SSL47. O barco brasileiro ganhou em 2022 o patrocínio da Sertrading, uma das maiores empresas de comércio exterior do país, e da Subsea 7 S.A., que apoiarão o time. Além da marca de mochilas e equipamentos para atividades outdoor Allcatrazes.

A união entre Sertrading e Subsea 7 S.A com a Seleção Brasileira de Vela foi idealizada por Bruno Prada, companheiro de Robert Scheidt nas medalhas de Pequim 2008 e Londres 2012, e CEO do barco brasileiro.