Atleta do Yacht Clube da Bahia conquista tricampeonato mundial de Snipe

0
89

Juliana Duque leva terceira conquista para Salvador (BA) na classe Snipe

Atleta do Yacht Clube da Bahia, Juliana Duque conquistou neste domingo (8) o título mundial de Snipe em Valência, na Espanha, ao lado da proeira paulista Bruna Patrício. A dupla venceu o campeonato de ponta a ponta com apenas 16 pontos perdidos, superando o barco da lituana Gintare Scheidt, esposa de Robert Scheidt, e da norueguesa Maj Borgen, com 22 pontos perdidos. Em terceiro ficou a dupla espanhola formada por Martina Cacho e Patrícia Cacho, com 29.

Juliana Duque do do Yacht Clube da Bahia e da Marinha do Brasil já havia conquistado o Mundial de Snipe em São Paulo com Mila Beckerath, no ano de 2021, e em em 2016 ao lado de Amanda Sento Sè em Bracciano, na Itália.

Nesta terça-feira (10), Juliana Duque e seu parceiro de campanhas olímpicas e pan-americana Rafa Martins foram recebidos na sede do clube em Salvador (BA), pelo comodoro Ricardo Dantas.

”O Yacht Clube da Bahia segue muito bem representado e mantendo protagonismo no esporte. Este gesto celebra e fortalece o comprometimento desta gestão com o esporte, valorizando conquistas e inspirando novos talentos dentro do nosso clube”, escreveu o comodoro nas redes sociais.

O tricampeonato veio de maneira consistente com quatro vitórias em sete regatas e apenas uma prova fora do Top 3, que foi descartado. As regatas foram realizadas de 3 a 8 de outubro no Club de Vela Valencia Mar, com 42 duplas de países como Argentina, Bélgica, Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Japão, Portugal, Lituânia e Noruega.

”O campeonato foi muito bom! Mais uma vez com Rafa sendo o técnico e, desta vez ao lado de Bruna Patrício. Valência foi uma raia de ventos fracos e muita diferença de pressão. Foram regatas complicadas com muita troca de posições. Conseguimos fazer um bom trabalho no início do campeonato e, por isso, tornou o final um pouco mais confortável para nós. Agora é voltar para casa e continuar treinando para os Jogos Pan-Americanos”, disse Ju Duque, que também faz campanha olímpica de 470, que passa a ser misto a partir de Paris 2024.

O campeonato mundial teve a presença de medalhistas olímpicas da vela como Gintare Scheidt (Lituânia) e Angela Pumariega (Espanha) nas disputas em Valência. Da Espanha, Juliana Duque volta o foco à disputa da medalha Pan-Americana de Snipe ao lado do marido Rafa Martins. O Pan começa no fim do mês na raia de Algarrobo, no Chile.

”Foi um título muito importante para minha carreira. A Ju possui muita experiência e já foi duas vezes campeã mundial! Aprendi muito com essa competição. Foi muito difícil, com vento médio e ótimos competidores! Muito feliz com o título!”, disse Bruna Patricio.

Sobre o Yacht Clube da Bahia

O Yacht Clube da Bahia surgiu do desejo de construir barcos a vela, nossa paixão por esportes está diretamente ligada à nossa origem. O Clube possui hoje mais de 15 categorias esportivas e notoriamente se destaca por sua vocação pelas modalidades náuticas e aquáticas, especialmente a Vela, Natação, Canoagem e Pesca Esportiva. Os esportes terrestres completam nossa grade, oferecendo um repertório completo.

Vale ressaltar que entendemos o esporte como um elemento muito importante do convívio social dos nossos Associados, desde a interação de jovens e adultos em seus grupos de amigos até a formação de atletas de alto rendimento, que estão presentes frequentemente nos pódios de competições nacionais e internacionais. O Yacht Clube da Bahia também organiza eventos com destaque no calendário esportivo náutico nacional, como a tradicional Travessia Itaparica-Salvador de Natação que existe desde 1955, o Desafio Salvador – Morro de São Paulo de Canoagem que é a maior prova sem revezamento da América Latina, além de diversas outras competições.