Capital cearense  está vivendo um momento intenso voltada para um dos segmentos da  economia do mar, o esporte de vento.

0
184

A Capital cearense  está vivendo um momento intenso voltada para um dos segmentos da  economia do mar, o esporte de vento. Uma intensa campanha denominada de  Movimento Fortaleza Capital do Kite  está sendo desenvolvida, , dentro desta ação da  Administração Municipal, a cidade recebeu a quinta edição do  MolokaBRA Downwind 2023  e o Campeonato Pan-Americano de Canoagem Oceânica COPAC 2023, as competições aconteceram  nas cidades de Fortaleza e Caucaia.

Para contribuir para uma visão de uma cidade focada no esporte náutico,  o 5° Seminário Internacional de Políticas Inovadoras para Cidades apresentou um painel com o navegador e escritor Amyr Klink.

Amyr Klink falou da sua trajetória como navegador, contando histórias das principais viagens realizadas, e destacando a relação entre as experiências com a navegação e o desenvolvimento de políticas públicas inovadoras. Entre as considerações trazidas por ele estão a de que projetos de longo prazo frequentemente envolvem situações desfavoráveis, de modo que é preciso se preparar para elas, e de que muitas vezes as melhores soluções são as mais simples.

 

Segundo Amyr, a preparação para as suas viagens envolveu o exercício de contaminar os atores públicos e privados em relação a vocação de uma cidade. “Nossa atividade antes das viagens impactou os lugares onde a gente agiu, na época eu montei um estaleiro, em um lugar ermo chamado Itapevi, longe do mar. E todo mundo lá falava que eu era burro, que não fazia sentido construir um estaleiro de barcos a 140 quilômetros de distância do mar. E esse lugar onde a gente começou é hoje um dos principais polos industriais do estado de São Paulo. O grande mérito do nosso trabalho foi exatamente o tema do seminário, a inovação.” exemplifica.

O Seminário Internacional de Políticas Públicas Inovadoras para as Cidades reuniu especialistas em diversas áreas para apresentarem novos conceitos, visões e estratégias testadas ou em teste de maneira a melhorar a vida em cidades. Temas como uso de dados, nova agenda urbana, manejo de resíduos sólidos, inovação, criatividade, pertencimento, comunicação, cidades inteligentes e sustentáveis estruturaram a programação desta edição.

Mais sobre Amyr Klink

Em 1978, quando ainda era muito jovem, Amyr Klink fez sua primeira viagem internacional de moto, de São Paulo até o Chile. Em 1984, realizou a inédita travessia solitária a remo do Oceano Atlântico Sul.

Em 1986, fez a primeira de suas mais de 30 viagens à Antártica.

Em 1998, Amyr realizou uma nova viagem inédita: uma volta ao mundo solitária ao redor do continente antártico. No final de 2019, após 30 anos da Invernagem Antártica em solitário, Amyr retornou à península com uma tripulação de amigos a bordo do mesmo barco, o Parati, para comemorar a data e revisitar os locais por onde passou.

Klink é autor de cinco livros. O primeiro deles, lançado em 1985, é denominado de “Cem dias entre Céu e Mar”. Parati entre dois pólos (1992); As Janelas do Paratii (1993); Mar Sem Fim (2000); e Linha D’Água (2006), completam as publicações de sua autoria.

O navegante já ministrou mais de 3.200 palestras no Brasil e no exterior.