Debate sobre esporte náutico e moto aquáticas fecha I Fórum de Segurança do Navegador Amador

0
108
Foto: On Board Sports

Evento organizado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC), Comando do 8º Distrito Naval e SOAMAR/SP foi realizado em São Paulo (SP)

A primeira edição do I Fórum de Segurança do Navegador Amador foi encerrada neste domingo (3) no Clube ‘A Hebraica’, em São Paulo (SP), com a participação de representantes da sociedade civil e da Marinha do Brasil.

Com objetivo de discutir as NORMAS 03 E 34, o evento foi uma oportunidade ímpar da sociedade civil apresentar soluções e propor em conjunto com a Marinha do Brasil mudanças nas normas que fiscalizam o esporte náutico e o uso das moto aquáticas, por exemplo.

O Fórum foi idealizado pela Diretoria de Portos e Costas (DPC), Comando do 8º Distrito Naval e SOAMAR/SP contou com oito palestras ao todo. Na avaliação de Sérgio Renato Berna Salgueirinho, vice-almirante da Marinha do Brasil, o encontro deveria se repetir em outros estados. As atualizações serão publicadas no Diário Oficial.

”É motivo de muito orgulho ter realizado isso com números expressivos de participação. O debate resultou em muitas informações e atualizações, que estão agora com a Diretoria de Portos e Costas. Esse debate vai trazer benefícios para a comunidade náutica. Vamos trabalhar para o Simpósio do ano que vem para que seja tão bonito como foi o fórum”, contou Marcello Souza, organizador.

O I Fórum de Segurança do Navegador Amador discutiu prioritariamente as normas 03 e 34 que regem a navegação de esporte e recreio. Empresas do segmento náutico como BRP Sea Doo, Marine Express Raymarine, Grupo Índios, entre outros estiveram na Hebraica.

”Temos total interesse que isso seja feito de uma maneira responsável e consciente. Os números negativos (no setor de moto náuticas) são ruins para todos. Esse tipo de iniciativa será sempre apoiada pela Sea Doo”, falou Fernando Alves, country manager da BRP.

”É fundamental a gente poder expor todas as ideias. O que está escrito como lei, deve ser estabelecido e também seguido. Porém, tem algumas coisas que a gente sabe que pode flexibilizar. Então, para o amador, dono de marina, como eu, incentivei muita gente a vir para que se possa debater e argumentar melhorias da segurança”, disse João Kairalla Neto, campeão mundial de jetski freestyle.

Mais informações pelo tel 11 92011-5969 ou forum@fsna.org.br