2ª edição do Festival de Vela de Caraguatatuba tem primeiro dia de regatas

0
149
Foto: Fred Hoffmann / CBVela

CBVela organiza competição nacional até domingo (06)

Com participação de crianças, adolescentes e velejadores experientes, a 2º edição do Festival de Vela de Caraguatatuba começou nesta sexta-feira (04) na cidade do litoral norte de São Paulo. Organizado pela CBVela – Confederação Brasileira de Vela e com o apoio da Prefeitura de Caraguá, os velejadores das classes Optimist, ILCA e Dingue disputaram as primeiras regatas da competição.

O Prefeito de Caraguá Aguilar Junior realizou a abertura oficial do Festival. Na água, crianças e adolescentes dominaram a raia.

Com vento fraco, a CR – Comissão de Regatas realizou duas largadas das classes Dingue e ILCA, logo após Optimist. Os atletas encararam o percurso de barla sota (ida e volta), sendo realizado quatro vezes até a chegada.

“Esses encontros que o Festival está proporcionando é muito importante! Feliz de receber o segundo Festival de Caraguá juntamente com a CBVela. Ver crianças de outras cidades participando e pessoas procurando velejar durante o Festival mostra o crescimento do evento”, explicou Aguilar Junior, Prefeito de Caraguá.

“Foi um primeiro dia de boas regatas e de acolhida aos velejadores. Agradecemos o acolhimento de toda Secretaria de Caraguá com a CBVela. Esperamos que nos próximos dias proporcione ótimas regatas para os competidores”, disse Walter Boddener, Diretor de Regatas do Festival de Caraguatatuba.

Além das regatas, a CBVela e a Prefeitura de Caraguá realizaram velejadas com os turistas da região. Paulo Toledo foi um deles e teve um dia como velejador.

“Foi minha primeira oportunidade de velejar e como dizem “A primeira vez a gente nunca esquece!”, realmente foi uma sensação incrível. Não conheço nada das largadas ou posição de boia, mas um jovem foi orientando e passamos muito próximos da regata. Então consegui aprender um pouco sobre regras”, contou.

Neste sábado (05), às 11h, a expectativa é de raia lotada, com todas as classes participantes: IQFoil, Dingue, ILCA, Optimist, Hobie 14 e 16, Snipe, Receboard e Fórmula Foil.

Apoio à Vela Jovem

A vela brasileira tem como destaque o Núcleo de Base do programa da Confederação Brasileira de Vela – CBVela junto ao Ministério do Esporte pelo Convênio 920223/2022.

O projeto ajuda no fomento à modalidade desde o ano passado. Sede da Rio 2016 e de outros grandes eventos da vela, a Marina da Glória, na capital fluminense, recebe adolescentes entre 13 e 17 anos para treinos visando eventos nacionais e internacionais da Vela Jovem. Outros campings de treinamento foram realizados no Clube Naval Charitas, em Niterói (RJ).

O trabalho leva jovens atletas a se aperfeiçoarem na modalidade, com o propósito de levá-los ao alto-rendimento, incluindo participações em classes olímpicas e pan-americanas.

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.