Investidores de vários setores da economia nacional e internacional estão encontrando na cidade de Itajai – o seu grande celeiro para novos investimentos e projetos.

0
234
SecomPMI

 

Investidores de vários setores da economia nacional e internacional estão encontrando  na cidade de Itajai – o seu grande celeiro para novos investimentos e projetos.

O Segundo maior PIB de Santa Catarina, com sua característica provinciana e hospitaleira nos últimos 10 anos em conquistado grandes empreendimentos pra seu território gerando emprego e renda, somente nos ,cinco primeiros meses de 2022, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) Itajaí acumula saldo positivo de 4.629 vagas de emprego.

O número representa mais da metade dos 9.198 postos criados no ano passado inteiro. Somente no mês de maio, a cidade teve saldo de 742 vagas com carteira assinada (admissões x demissões), um leve acréscimo de 4% em relação a abril deste ano.

Itajaí é a 27ª melhor cidade do Brasil no ranking divulgado pela Revista ISTOÉ e Austin Rating na semana passada. A listagem analisou 281 indicadores de 5.565 municípios brasileiros nas áreas fiscal, econômica, social e digital. O Município também foi o 7º do país em padrão de vida, o 8º em comércio exterior e o 10º em indicadores econômicos.

 

Naval

 

Marinha do Brasil

O crescimento afeta todos  os setores da economia, que vai da prestação de serviço ao campo de Naval, a  Marinha Brasileira compra quatro fragatas por R$ 9,1 bilhões, é o primeiro contrato da área militar do governo federal. Os navios serão construídos nos estaleiros Oceana, de Itajaí, por meio do consórcio Águas Azuis, formado por três empresas: a alemã Thyssenkrupp Marine System, associada com as brasileiras Atech e Embraer Defesa e Segurança. A primeira fragata será entregue em 2024 e a última em 2028.

 

Esporte Náutico

Itajaí Sailing Team se prepara para o 32º Circuito Oceânico Ilha de Santa Catarina/Foto: Adilson Pacheco/RN

No campo do esporte náutico, a cidade que fica a 10 km da denominada “Dubai brasileira”, Balneário Camboriú, administrada por um jovem político, Fabricio Oliveira, que está incrementando com o principal centro turístico do sul do Brasil. Mas enquanto BC entra para  o ranking das 100 cidades mundiais com edifícios mais alto do planeta,  em Itajai, o esporte náutico fez a cidade cresce e ser vista mundialmente. Tudo começou com entrada da cidade pesqueira na rota da maior regata do planeta, a The Ocean Race. Com está ação, a cidade ganhou o único time náutico do Brasil a representar uma cidade, o Itajai Sailing Team. E agora o Brasil volta ter um barco nacional inscrito na regata espanhola, o SC Brasil Esporte Náutico.

 

Zona Franca chega a Itajai

Foto Adilson Pacheco RN

 

E a notícia dentro deste campo de novos mercados  atracando na cidade portuária e pesqueira é o – grande centro logístico para abrigar entreposto da Zona Franca de Manaus. Empreendimento receberá investimento de R$ 200 milhões e ficará no bairro Brilhante .Itajaí vai ganhar, em breve, um grande centro logístico para abrigar um entreposto da Zona Franca de Manaus. O complexo, com 80 mil metros quadrados de área operacional, está sendo construído no bairro Brilhante. O primeiro módulo fica pronto e começa a operar em outubro deste ano.

O projeto é do grupo mineiro BRL Properties, que iniciou tratativas com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Itajaí no ano passado para a construção. O investimento total no empreendimento deve chegar a R$ 200 milhões. A empresa ZF-Log é quem detém a licença para operar o entreposto da Zona Franca fora de Manaus. São somente cinco no Brasil e o de Itajaí é o único no Sul do país.

O entreposto funciona basicamente como um braço da Zona Franca de Manaus. Nele as mercadorias podem ser movimentadas, fracionadas e reexpedidas para todo o Brasil com a mesma isenção tributária que é aplicada no Amazonas. O entreposto itajaiense deve receber logo de início cargas de grandes empresas como Philco, Samsung, Positivo, Intelbras e TLC.

A conclusão total do projeto está prevista para ocorrer em 2025. Com isso, a expectativa é de que sejam gerados 600 empregos diretos. O entreposto da ZF em Itajaí já existe em uma área muito menor, o que limita a quantidade de cargas movimentadas.

As cargas recebidas em um entreposto da Zona Franca podem permanecer por até 270 dias com a isenção de encargos. O início das operações no complexo logístico do Brilhante deve aumentar consideravelmente a movimentação de mercadorias em Itajaí. Essa facilidade logística da região, aliás, foi determinante para a instalação do empreendimento na cidade.

A proximidade com outras cidades da região e a facilidade de escoamento pela BR-101 e por meio da cabotagem (entre portos) foram os fatores que chamaram a atenção dos investidores. Além, claro, da disponibilidade de uma área tão grande próxima de tudo isso.