Scheidt entra na Europa Cup de Laser por diversão, vence quatro regatas e lidera a competição

0
48
Robert Scheidt lidera na Itália (Augustin Argüelles/Divulgação)

 

Bicampeão olímpico de 49 anos aproveitou o vento forte no Lago di Garda, na Itália, para imprimir seu ritmo de velejada e dominar a flotilha de 52 barcos, que voltam a competir neste sábado (14)

 

Robert Scheidt está de volta às competições de Laser. Aos 49 anos, o bicampeão olímpico decidiu participar da Europa Cup 2022 apenas para se divertir. E, até agora, tem se divertido bastante. Após vitórias nas quatro regatas disputadas, ele lidera a flotilha de 52 barcos. O campeonato está sediado no Circolo Vela Torbole, no Lago di Garda, na Itália, onde mais duas provas serão disputadas neste sábado (14).


“Aproveitei a oportunidade de participar da Europa Cup em função de a competição ser aqui no lago. E entrei mesmo por diversão. Tivemos quatro regatas de vento forte e velejei bem. O nível da disputa não é altíssimo, é intermediário, mas é sempre bom competir e medir as foças com os mais jovens. Ainda temos mais dois dias de regatas e vamos ver como as coisas terminam”, afirmou o maior medalhista do Brasil em Olimpíadas, que é patrocinado pelo Banco do Brasil e Rolex, contando com o apoio do COB e CBVela.

Após as quatro vitórias, Scheidt lidera a Europa Cup com 3 pontos perdidos, já considerando um descarte. O segundo colocado é o italiano Attilio Borio, com 12 pontos perdidos, e cujo melhor resultado foi um segundo lugar na última regata disputada nesta sexta-feira (13).

Se vencer, Scheidt levantará o título de número 183 da carreira. Sua última conquista foi em novembro do ano passado, em Ilhabela, no litoral norte paulista, onde ganhou o Campeonato Sul-Americano da classe Star, ao lado do proeiro Ubiratan Matos.

Robert Scheidt – Carreira

Cinco medalhas Olímpicas: 
Ouro : Atlanta/96 e Atenas/2004 (ambas na Classe Laser)
Prata : Sidney/2000 (Laser) e Pequim/2008 (Star)
Bronze : Londres/2012 (Star)

182 títulos – 90 internacionais e 92 nacionais

Laser
– Onze títulos mundiais – 1991 (juvenil), 1995, 1996, 1997, 2000, 2001, 2002*, 2004 e 2005 e 2013
*Em 2002, foram realizados, separadamente, o Mundial de Vela da Isaf e o Mundial de Laser, ambos vencidos por Robert Scheidt
– Três medalhas olímpicas – ouro em Atlanta/1996 e Atenas/2004, prata em Sydney/2000
– Na Olimpíada Rio 2016, terminou em quando lugar, vencendo a medal race, televisionada para o mundo todo.

Star    
– Três títulos mundiais – 2007, 2011 e 2012*
*Além de Scheidt e Bruno Prada, só os italianos Agostino Straulino e Nicolo Rode venceram três mundiais velejando juntos, na história da classe
– Duas medalhas olímpicas – prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012
– Integrante fundador da Star Sailors League, um circuito global de competições em franca ascensão, como uma ATP da vela, com ampla cobertura midiática. Scheidt foi o campeão da primeira edição, em 2013, ao lado de Bruno Prada, e vice-campeão em 2017 e 2018, com Henry Boenning.