Blog do Repórter Adilson Pacheco – Santa Catarina vai participar da Ocean Race com um barco nacional

0
168

 

SALA DA REDAÇÃO

 

 

ESPANHA: ALICANTE É O PORTO DE LARGADA DA EDIÇÃO 2022/23 DA THE OCEAN RACE

A The Ocean Race começará em outubro de 2022 em Alicante, na Espanha, e terminará em Gênova, na Itália, em 2023.

The Ocean Race terá as classes VO65 e IMOCA60 na próxima edição. A última competição ocorreu na temporada 2017-18 com o Dongfeng levando o título no final.

”A Ocean Race é importante pra mim e é um dos grandes eventos do calendário de competições de vela. Por isso aplaudo a decisão dos organizadores. Como esporte, nos beneficiamos quando os principais eventos estão no auge e a nova data permitirá que equipes estejam mais bem preparadas na linha de partida em 2022”, explicou o bicampeão olímpico Torben Grael, que foi vencedor da regata como comandante em 2008-09 e atualmente é vice-presidente da World Sailing, a federação internacional da modalidade.

 

O programa de sustentabilidade, premiado com vários internacionalmente, é um dos pilares fundamentais da The Ocean Race. Esse projeto continuará sob o lema “Competir com um objetivo”. As palestras e debates do evento, bem como os programas de educação e ciência serão intensificados e integrados a todas as áreas da regata.

A regata tem uma rota envolvendo importantes cartões-postais como Alicante, Aarhus, Haia,Cabo Verde, Génova, Itajaí, Newport, Cidade do Cabo, Auckland e Shenzhen.






ITAJAÍ GANHOU A VILA DA REGATA PARA  SEDIAR A A PRIMEIRA PARADA BRASILEIRA DA OCEAN RACE EM 2010

 

Retrospectando construção da Vila da Regata

The Ocean Race: Obras da vila da regata de Itajaí seguem em ritmo acelerado

Vila da Regata da para receber a parada sul-americana da The Ocean Race, ficará pronta em março de 2012; Segunda etapa, na Cidade do Cabo, tem início na sexta-feira (9) com a Pro-Am Race

 

As obras da Vila da Regata da Volvo Ocean Race em Itajaí estão dentro do cronograma e o objetivo do Comitê Organizador é liberar a área no início de março, um mês antes da chegada dos barcos, programada para abril. O espaço de 55.758,40 m² – incluindo a área do Centreventos itajaí – receberá as equipes, jornalistas internacionais, fãs da vela mundial e turistas.

Os governos municipal e estadual, além do Porto de Itajaí, estão envolvidos diretamente na iniciativa inédita na história de Santa Catarina de receber a maior regata do mundo.

 

O investimento estimado é de R$ 7 milhões, sendo que R$ 4.5 milhões são Porto e R$ 2.5 da Prefeitura. A área onde as embarcações ficarão atracadas também passa por um processo de limpeza (-5,5 metros) para afundar leito do Rio Itajaí.

O foi aberto ao público no dia 4 de abril de 2012 e  atrações como o Cinema 3D, simulador, teste de força, iniciação à vela para crianças e as áreas das seis equipes.
Toda a comunidade local e as cidades da região foram impactadas diretamente com a VOR com geração de empregos e turismo. A Univali oferece um grupo multidisciplinar para atuar em vários setores. A parada brasileira em Itajaí também contou com mais de 400 voluntários em todas as áreas.

O prefeito  de Itajaí, Jandir Bellini, afirma que a VOR na cidade pode ser comparada a sede de uma Copa do Mundo. “A nossa responsabilidade aumenta com a Volvo Ocean Race. O impacto econômico e turístico serão inevitáveis. Mas é preciso ainda mais interação e hospitalidade do povo de Itajaí”.

Vila da Regata de Itajaí em números:

Metragem total: 55.758,40 m²
Metragem do centreventos: 4.360 m²
Metragem da área para as equipes: 15.415,96 m²
Metragem da área para entretenimento: 22.808,97 m²
Profundidade da dragagem: -5,5 m.