Esquiva Falcão só volta a lutar em 2021

0
18

A Top Rank, maior promotora de lutas do mundo, confirmou o cancelamento da última luta de Esquiva Falcão em 2020, que seria realizada em 12 de dezembro, nos Estados Unidos. Um dos motivos foi a recusa de atletas entre os Top 5 para um confronto contra o brasileiro, que segue invicto na carreira com 27 vitórias em 27 lutas. Esquiva Falcão também foi informado pelo seu manager Sergio Batarelli que a pandemia de COVID-19 também colaborou com a mudança da a data, já que os casos da doença só aumentam na América do Norte.

Existe a chance real de que a próxima luta de Esquiva possa valer cinturão mundial dos médios, maior sonho do atleta. No dia 12 de dezembro, que seria a luta cancelada nesta semana, o capixaba completará 31 anos.

O medalhista olímpico segue treinando em Riverside, na Califórnia, até a véspera das festas de Natal e Ano Novo. Nos primeiros dias de janeiro de 2021, o atleta voltará aos Estados Unidos para finalizar sua preparação ao lado do coach Robert Garcia.

”Toda vez a mesma história: os caras fogem de mim. E são caras campeões, com resultados expressivos. O Murata (atual campeão da WBC) foge direto e outros deram pra trás! Uma desculpa é porque sou canhoto, outra desculpa por ser medalhista, o Murata está com medo por causa da final olímpica”, indagou Esquiva Falcão.

”Por um lado é bom mudar a data e ter ainda mais tempo de me preparar com minha equipe nos Estados Unidos. Estou focado e motivado para ser campeão”.

Em 2020, Esquiva Falcão fez duas lutas, todas pela plataforma Boxing For You. Em 29 de fevereiro, o brasileiro nocauteou o argentino Jorge Daniel Miranda. Mais recentemente, em agosto, o capixaba voltou ao ringue do B4Y e derrubou no primeiro round o paraense radicado em Manaus (AM) Morramad Araújo.

”O Esquiva é um dos maiores nomes do boxe mundial, tem 19 por nocautes na carreira e a cada luta vem mostrando sua superioridade e talento. A Top Rank garantiu que ele luta pelo título mundial em 2021. Era pra ser esse ano, mas todos nós já sabemos que a pandemia nos atrapalhou”, contou Sergio Batarelli, manager de Esquiva Falcão.

Atualmente, Esquiva Falcão ocupa a terceiro colocação do ranking mundial dos pesos médios (até 72,575 quilos) da Federação Internacional de Boxe (FIB), sexto no Conselho Mundial de Boxe (CMB), sétimo na Organização Mundial de Boxe (OMB) e 13º na Associação Mundial de Boxe (AMB).

Assista ao último nocaute de Esquiva Falcão – https://www.youtube.com/watch?v=iyUJ-a1ztVs