Grid da F-E volta a ter três brasileiros em Berlim

0
70

Uma das novidades no grid da sexta temporada da Fórmula E após a paralisação é a chegada do jovem piloto Sérgio Sette Câmara à GEOX Dragon.

Com 22 anos, ele era reserva da Red Bull Racing e Alpha Tauri na Fórmula 1, além de ter a mesma função na equipe de Jay Penske. Após o ótimo desempenho no teste para novatos da categoria de carros elétricos realizado em Marraquexe em março deste ano, o brasileiro foi a escolha óbvia para assumir o lugar de Brendon Hartley. Sette Câmara se junta ao ex-F1 Felipe Massa (ROKiT Venturi Racing), que está em sua segunda temporada na categoria e busca a sua primeira vitória na competição, após ter conquistado na edição passada um pódio correndo em Mônaco. ”A equipe e eu trabalhamos muito na sede em Silverstone, e me sinto preparado para minhas primeiras corridas na Fórmula E”. ”Depois do meu bom resultado em Marraquexe, estou animado para começar este novo capítulo da minha carreira em Berlim com a GEOX Dragon. Estou confiante de que poderemos sair dessas duas primeiras corridas na zona de pontuação”, contou Sette Camara. Além disso, o Brasil tem Lucas di Grassi, piloto da Audi Sport ABT Schaeffler, equipe que possui o melhor retrospecto correndo em Berlim. Aliás, o campeão da terceira temporada da Fórmula E tem boas lembranças da capital alemã: terminou cinco das seis provas já realizadas na cidade entre os três primeiros e foi o vencedor no eprix disputado no ano passado. A única vez que Di Grassi não terminou no top-3, na verdade ele cruzou a linha de chegada em primeiro, mas foi desclassificado por conta de irregularidades na asa traseira do carro.