Australiana Barty enfrenta tcheca Kvitova na semifinal do Qatar Total Open 2020

0
155

Número 1 do mundo em simples avança e enfrenta campeã de 2018

A 18ª edição do Qatar Total Open 2020 entrou na reta final nesta quinta-feira (27). O torneio da categoria “Premier 5” da WTA (Associação de Tênis Feminino) reúne em Doha, no Qatar, as principais jogadoras de tênis do mundo.

A competição, que segue até sábado (29), conheceu suas semifinalistas da chave de simples e finalistas da chave de duplas. A edição 2020 do torneio começou no último domingo (23) e distribuirá U$ 3.240,445 em prêmios totais, para as 32 tenistas na simples e 28 duplas. A vencedora de simples, além dos 900 pontos no ranking levará para casa um prêmio de US$ 605 mil dólares.

Sabalenka está na semifinal do Qatar Total Open 2020/ Foto: Samer Rejjal – QTF

 

Quem deu mais um passo para levar o prêmio foi a número 1 do mundo em simples, a australiana Ashleigh Barty, que enfrentou na noite desta quinta-feira (27) a espanhola Garbiñe Muguruza, atual número 16 do ranking da WTA.

Barty venceu o primeiro set por 6-1, e perdeu o segundo por 7-6(4) no set mais disputado danoite. No último e decisivo set, ela venceu por 6-2. A número 1 jogará contra a tcheca Petra Kvitova.


Mais 18ª edição do Qatar Total Open 2020

Qatar Total Open 2020 reúne as principais jogadoras do mundo

Qatar Total Open 2020: “Em casa”, tunisiana vence a 3ª do mundo e avança


Senti como se estivesse começado excepcionalmente bem o primeiro set. E então, no segundo set, Garbine conseguiu mudar sua posição na quadra e correr mais alguns riscos e foi frustrante, senti que não estava fazendo coisas erradas, mas não estava aproveitando ao máximo minhas oportunidades. Por isso fiquei feliz por poder começar bem o terceiro set”, comentou Barty.

A torcida do Khalifa International Tennis and Squash Complex estava novamente com a tunisiana Ons Jabeur. Pela segunda noite consecutiva, Ons enfrentou uma vencedora do torneio, na noite anterior havia derrotado a número 3 do mundo e campeã do torneio em 2017, Karolina Pliskova.

Karolina Kvitova

Desta vez, foi diferente. Petra Kvitova, campeã de 2018 e número 11 do mundo venceu a partida e está garantida nas semifinais. A medalhista de bronze na Rio 2016 fez uma dura partida, mas, conseguiu vencer a tunisiana pelo placar de 7-6(2) e 7-6(4).

“Estou feliz por ter conseguido administrar os empates que tivemos na partida. Estou realmente feliz por ter melhorado algo. Foi difícil com a multidão a favor dela, com o vento, diferentes condições hoje, mas estou muito feliz em ter jogado um bom jogo com uma jogadora muito talentosa” disse Kvitova na coletiva de imprensa.

“Eu amo jogar contra a Petra. Eu sinto que ela tem esse jeito de trazer o melhor de mim, e não importa o resultado, nós duas nos respeitamos, jogamos bem e basta batalhar e ver quem será a melhor no dia”, disse a número 1 do mundo Barty sobre o confronto de amanhã.

Sabalenka

 

Experiência vs Juventude

Na outra semifinal estará a bielorrussa Aryna Sabalenka, número 13 do ranking e a russa Svetlana Kuznetsova, que se enfrentam nesta sexta-feira (28). O que chama atenção nas duas é a diferença de idade, Sabalenka tem 21 anos e Kuznetsova, 34.

Para ir a semifinal, a bielorrussa enfrentou a chinesa Saisai Zheng em grande jogo e venceu por 3-6, 7-6(2) e 6-3. Com gritos e vibrações a cada ponto, ela derrotou Zheng, que fazia pela segunda vez uma partida de quartas-de-final de Premier 5 (a primeira também foi em Doha em 2016). A chinesa venceu ontem (26) a holandesa Kiki Bertens, número 6 do mundo.

“Eu estava tentando me esforçar para lutar por cada ponto e ela estava jogando muito bem, se movendo muito bem. Estou feliz por ter aguentado a pressão e ter conseguido encontrar como vencer esta partida nessas condições (ventos fortes)”, disse Sabalenka.

Mais

“É muito especial fazer essa semifinal aqui no Qatar, especialmente por ser a primeira vez aqui. Estou ansiosa e estou tentando ir o mais longe que posso, isso significa muito. Estou apenas tentando trazer tudo o que tenho em todas as partidas e esperando que o dia seguinte seja melhor do que o dia de hoje”, finalizou a bielorrussa.

Ela enfrenta agora a russa Svetlana Kuznetsova, número 46 do ranking, que surpreendeu e venceu a suiça Belinda Bencic, número 9 do mundo pelo placar de 6-4, 6-4.

Aos 34 anos, a russa foi vencedora do Aberto de Cincinnati (EUA) no ano passado e tem dois Grand Slams na carreira: Aberto da França em 2009 e US Open em 2004 (quando Sabalenka tinha apenas 6 anos). A finalista duas vezes do torneio chega a sua primeira semifinal de Qatar Total Open em 13 anos.

“Tenho memórias incríveis. Foi a primeira vez que venci Justine aqui e era como se eu fosse criança, eu tinha 19 anos. Foi há muito tempo e aqui estou de volta nas semifinais. Eu não esperava isso tão cedo. Eu tenho trabalhado duro para isso e é bom que o trabalho está sendo recompenssado”, disse Kuznetsova.

Das seis russas na competição, Kuznetsova é a única remanescente.

Duplas

A grande final da chave de duplas foi definida nesta quinta-feira (27). As quatro melhores do mundo entraram em quadra e confirmaram o favoritismo.

A francesa Kristina Mladenovic, número 1 do mundo em duplas e a húngara Timea Babos, número três nas duplas enfrentaram a canadense Gabriela Dabrowski e Jelena Ostapenko, da Letônia e perderam a vaga na grande final de duplas do Qatar Total Open 2020. A canadense e a letã venceram o jogo pelo placar de 6-4,1-6 e 10-7.

Na outra semifinal, Su-WeiHsieh de Taipei, número 2 do mundo em duplas, e a tcheca Barbora Strycova, número 4 do mundo em duplas, jogaram contra as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova e venceram também em um jogo duro no terceiro e decisivo set.

WeiHsieh e Strycova venceram pelo placar de 6-4, 4-6 e 12-10 e estão na final da competição.

A chave de duplas do Qatar Total Open 2020 contou com 28 postulantes ao título e a premiação máxima de US$ 172 mil dólares para as campeãs. O valor o será dividido entre as duas jogadoras que somam mais 900 pontos no ranking da WTA.

As últimas campeãs do torneio, na edição de 2019, foram as taiwanesas Hao-Ching Chan e Latisha Chan, que venceram a alemã Anna-Lena Groenefeld e a holandesa Demi Schuurs.

 

Kuznetsova está na semifinal da

Única brasileira na competição, a medalhista Pan-Americana Luisa Stefani foi eliminada nas duplas logo na primeira rodada. Ao lado da americana Hayley Carter, Stefani foi superada por Makoto Ninomiya do Japão e Zhaoxuan Yang da China por 6-2, 3-6, 10-7.

 

Resultados do quinto dia e a chave do torneio no site oficial:

https://www.wtatennis.com/tournament/1003/doha

 

Serviço:

 

Desde 2015 a Agência On Board Sports cobre com exclusividade para a América do Sul todos os eventos da QTSBF (Qatar Tennis, Squash and Badminton Federation) em parceria de conteúdo. O Qatar Total Open 2020 conta com o apoio de Total, Ooredoo, Qatar Duty Free, Qatar Airways, Aspetar, QTerminals, Jaguar, Land Rover e Rolex.