Qatar Total Open 2020 reúne as principais jogadoras do mundo

0
158
Qatar Total Open 2020

 

 

Número 1 do mundo, australiana Ashleigh Barty, marcará presença no Torneio; brasileira foi eliminada nas duplas

O Qatar Total Open 2020 começou domingo (23) no Khalifa International Tennis and Squash Complex, em Doha no Qatar. O torneio reúne as principais jogadoras de tênis do mundo até o dia 29 de fevereiro, incluindo seis das top 10 do ranking da WTA (Associação de Tênis Feminino).

Com o prêmio total de U$ 3.240,445 mil a 18ª edição do Qatar Total Open é um torneio de nível “Premier 5”, um dos principais eventos de tênis feminino no mundo. Serão 32 tenistas no individual e 28 duplas em busca do título.

 

 

 

A número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty volta a competir depois da derrota nas semifinal para a americana Sofia Kenin no Australia Open. Barty jogoi amanhã (24) em Doha a partir das 15h (horário local).

Barty e.Pliskova – Qatar Total Open

“Não há pressão para que eu permaneça como número 1. Acho que obviamente todas as garotas estão me pressionando, me desafiando, estamos tornando as tenistas melhores e acho que é o melhor que podemos fazer, nos desafiar todos os dias. Aqui (Doha) tem uma infraestrutura incrível. Para mim este é um novo lugar para se visitar, uma nova experiência, uma nova cultura e, sim, estou adorando”, disse Barty, número 1 do mundo.

A atual campeã do torneio, a belga Elise Mertens (22 do mundo) estreou com vitória no Qatar Total Open 2020. Mertens venceu a chinesa Qiang Wang por 6-1,6-2.

“Fiz um bom jogo, mentalmente eu estava preparada e estava me sentindo como se eu estivesse entrando mais na quadra.Há muitas boas jogadoras neste torneio. Eu realmente não olho para os lados, então só conheço meu próximo oponente e acho importante apenas jogar partida por partida. Vai ser muito difícil defender o título, mas sempre há uma chance e eu vou tentar jogar da melhor maneira possível”, comentou a belga.

Belinda Bencic

Entre os grandes nomes da competição, marcam presença como cabeça-de-chave algumas das top 10 do ranking: a checa Karolina Pliskova (número três do mundo), a suíça Belinda Bencic (número 4 do mundo), a ucraniana Elina Svitolina (seis do mundo), a americana Sofia Kenin (sétima do mundo) e a holandesa Kiki Bertens (número 8 do mundo).

A checa Petra Kvitová, número 15 do mundo e a bielorussa Aryna Sabalenka, 13ª do ranking, também estão como cabeça de chave no Qatar Total Open 2020.

A vencedora além dos 900 pontos no ranking da  WTA (Associação de Tênis Feminino) levará para casa um prêmio de $ 605 mil dólares.

As já campeãs Elise Mertens (2019), Petra Kvitova (2018), Karolina Pliskova (2017), Carla Suárez Navarro (2016) buscam o segundo título do torneio.

“Gosto de toda a atenção e tudo, mas obviamente tudo tem uma pressão diferente, expectativas diferentes.Espero poder pelo menos manter o meu nível. Eu não acho que devo esperar ganhar todas as semanas. Eu gostaria de ganhar e estou jogando para ganhar, quanto mais eu jogo, melhor eu fico”, comentou Sofia Kenin, vencedora do Aberto da Austrália deste ano.

Qatar Total Open 2019

MERTENS

No ano passado, a belga Elise Mertens se tornou pela primeira vez campeã do Qatar Total Open 2019. Após um jogo disputado desde o primeiro set com a romena Simona Halep, a partida, neste sábado (16), foi vencida pelo placar de 3-6, 6-4 e 6-3.

Simona Halep campeã em 2014 e ex-número 1 do mundo, atual segunda do ranking e vencedora do Dubai Duty-Free Tennis Championships 2020, anunciou que não participaria dessa edição do torneio, neste sábado (22).

Confira os resultados do primeiro dia e a chave do torneio no site oficial: https://www.wtatennis.com/tournament/1003/doha

  Brasileira nas duplas

Nas duplas, a pontuação para o ranking é a mesma (900 pontos) e o prêmio em dinheiro é de $ 172 mil dólares, divididos entre as duas jogadoras.

Brasileira Luisa Estefani

A brasileira medalhista Pan-Americana Luisa Stefani, jogou neste domingo (23) com a americana Hayley Carter contra a dupla Makoto Ninomiya do japão e Zhaoxuan Yang da China. As duas foram derrotadas por 6-2, 3-6, 10-7.

“Hoje foi um jogo que não era como a gente queria estar saindo daqui. No primeiro set perdemos pontos importantes, que fizeram a diferença, perdemos quatro games. No segundo jogamos melhor e no tie-break começamos devagar e aí quanto mais jogamos mais a gente aprende que é importante estar com bastante atenção em todos os pontos, ainda mais no tie-break”, comentou Luisa.

Em seu primeiro ano como profissional, em 2019, fez seu primeiro Grand Slam em Roland Garros, tendo como parceira a australiana Astra Sharma. No Pan de Lima, ela foi medalhista de bronze em duplas ao lado de Carolina Meligeni Alves.

“Aqui estão os melhores times do mundo, está todo mundo aqui. Um torneio muito forte, e que saímos sabendo que poderíamos ter ido melhor. Eu amei o Campeonato, o hotel é lindo, o transporte, a segurança, a comida é muito boa, tudo muito bom. Os detalhes aqui do Complexo são muito bonitos e é tudo muito bem organizado, gostei muito”, completou a brasileira que mora nos Estados Unidos.

Em setembro, tendo como parceira Hayley Carter, Luisa alcançou sua primeira final de duplas na WTA no Korea Open e, na semana seguinte, conquistou o primeiro título de WTA no Tashkent Open.

“Estou fazendo uma temporada bem positiva, e jogar aqui no Qatar foi muito bom para esse começo. A gente está jogando cada vez mais juntas, a gente vai ter duas semanas para dar uma descansada e refletir sobre o que já fizemos esse ano, estamos animadas para os próximos desafios”, disse a jogadora que chegou neste ano às quartas-de-final do Aberto de Dubai e as oitavas-de-final do Austrália Open.

Serviço:

Desde 2015 a Agência On Board Sports cobre com exclusividade para a América do Sul todos os eventos da QTSBF (Qatar Tennis, Squash and Badminton Federation) em parceria de conteúdo. O Qatar Total Open 2020 conta com o apoio de Total, Ooredoo, Qatar Duty Free, Qatar Airways, Aspetar, QTerminals, Jaguar, Land Rover e Rolex.

O evento não terá transmissão dos canais brasileiros, mas pode ser visto no site da WTA.