Festa natalina do Instituto Ingo Hoffmann; Saiba como foi

0
174

As crianças atendidas pelo Instituto Ingo Hoffmann tiveram uma noite especial nesta quinta-feira (12), em Campinas (SP).

A entidade que atende jovens com câncer promoveu a tradicional festa de Natal, reunindo os professores, familiares e as pessoas que colaboram com a instituição que leva o nome do ex-piloto da Formula 1 e Stock Car nesses 13 anos de história.

O evento marcou também o encerramento das atividades do projeto Famílias do Instituto em Ação Cultura.

A chegada do Papai Noel distribuindo presentes foi o ponto alto da noite, que teve apresentação do palhaço Custelinha e um jantar musical com a banda de jazz Signori & Mauad.

A entidade fica ao lado Centro Infantil Boldrini, hospital referência mundial em tratamento de crianças com câncer na cidade do interior paulista.

”É a 13ª festa de natal da história do Instituto. Mais um ano de dever cumprido. É uma realização ver a alegria estampada no rosto das crianças”.

”Isso não tem preço. Nós percebemos que vale a pena todo esse trabalho. E se tudo der certo vamos continuar no ano que vem com toda certeza”, explicou Ingo Hoffmann.

As aulas do projeto Famílias do Instituto em Ação Cultura e apresentações começaram em fevereiro deste ano.

O projeto teve oficinas de artes plásticas, oficinas de contação de histórias, de música, cinema e informática.

As atividades ocorreram de segunda a sábado, com exceção das quintas-feiras, no período das 14h às 19h.

A viabilidade deste projeto, denominado Calendário de Atividades Socioculturais – Plano Anual, se dá através da Lei de Incentivo a Cultura, programa de incentivo do Ministério da Cidadania e tem como patrocinadores: Cateno, Banco Safra, DHL, Sodexo, Besins Healthcare e Alibra.

”É uma troca muito grande. Ao longo do tempo eles vão conquistando a saúde deles e nós professores contribuímos com essas atividades”.

”Todas as oficinas foram de papel fundamental para ajudar na evolução dessas crianças. Tenho certeza que foi um ano lindo, com muitas trocas de energias e felicidades entre nós. Foi um momento muito terapêutico para todos”, contou a professora da oficina de literatura Ana Maria Reisky.

Oficinas realizadas diariamente:
Segundas-feiras: Informática e arte digital – Instrutora Danielle Ribeiro
Terças-Feiras: Literatura e Contação de história – Instrutora Ana Maria
Quartas-feiras: Artes plásticas e esculturas – Instrutora Sâmia Sousa
Sextas-feiras: Cinema – Instrutora Stella Ramos Sábados: Música – Instrutor Rodrigo Vicente

”Encerrando o primeiro ano desse projeto cultural no Instituto Ingo Hoffmann. Tivemos mensalmente apresentações teatrais e musicais. Todos os dias instruções de algumas atividades”.

”Acho que o objetivo foi cumprido: levar um momento de alegria para as crianças que estão passando por um momento terrível, que é ter alguém da sua família com câncer”, disse Juraci Moreira, idealizador do projeto.

”Nós conseguimos trazer sorrisos, ajudar o Instituto com isso, e acho que 2020 vai crescer ainda mais. Foi só o primeiro ano e acredito que vamos evoluir ainda mais. Agradeço principalmente os patrocinadores, que proporcionam isso”.

”Agradeço também aos nossos instrutores, colaboradores, ajudantes no geral. Tem muita gente por trás desse projeto”.

”Que ano que vem possamos conseguir mais sorrisos dessas famílias”, completou o ex-atleta olímpico do triathlon.

Quase 13 mil pessoas já passaram pelo Instituto Ingo Hoffmann nos 13 anos de entidade. O local ofereceu 39.700 refeições ao longo da história.

O Instituto

O Instituto Ingo Hoffmann é uma entidade beneficente e sem fins lucrativos fundado em 31/08/2005 tendo como missão inicial proporcionar maior oportunidade de cura para crianças em tratamento de câncer, através de uma parceria com o Centro Infantil Boldrini no projeto denominado Casa de Apoio à Criança e à Família.

Trata-se de um modelo de moradia temporária.

No total são 30 chalés, divididos em 10 vilas, construídos em um terreno com mais de 6.000 metros quadrados, localizado ao lado do edifício da Radioterapia do hospital.

Além das acomodações, o local possui brinquedoteca, biblioteca, academia interna e externa, refeitório e lavanderia.

O objetivo da Casa da Criança e da Família é abrigar crianças em tratamento intensivo de câncer e seus acompanhantes, vindos de diversas regiões do Brasil e da América Latina para fazer tratamento no Centro Infantil Boldrini e não têm condições de serem mantidas por suas famílias fora de suas casas.

Mais informações em: http://www.ingohoffmann.org.br