Leal do Civitanova (ITA) conquista o Mundial de Clubes

0
166

Yoandy Leal, atacante do Lube Civitanova da Itália, aumentou sua coleção de títulos! Pela quarta vez na carreira, o jogador cubano naturalizado brasileiro conquistou o Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol Masculino.

O título foi conquistado neste domingo (08) contra o Sada Cruzeiro, em partida realizada no Ginásio Divino Braga, em Betim, região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). O jogo foi vencido pelo Lube por 3 sets a 1, com parciais de 25/23, 19/25, 31/29 e 25/21.

As três primeiras conquistadas do torneio foram justamente com a camisa do time mineiro nos anos de 2013, 2015 e 2016. Com o Sada Leal conquistou também quatro títulos de Superliga.

“Foi sensacional. Estávamos pensando nesse Campeonato faz tempo, queríamos demais ser campeões mundiais. Jogamos muito bem todo jogo. Infelizmente foi contra o Sada, que tenho um carinho grande, mas fui profissional, jogamos tudo o que tínhamos e estou feliz por mais esse título”, comentou Leal.

Na final deste domingo, o atleta foi parte essencial na conquista do título inédito do time italiano. Leal marcou 20 pontos e foi o melhor atacante do Civitanova em quadra, empatado com Juantorena. Inclusive, o atacante fez o ponto final.

Na premiação do MVP, o levantador Bruno Rezende foi eleito pela FIVB, mas entregou o prêmio para Leal, que teve um peso grande na conquista inédita da Lube.

“Todos nós sabemos o quanto o Leal foi importante para nosso time nessa vitória e no Campeonato. Leal foi determinante para a gente, tanto no saque como no ataque, principalmente no terceiro set”, comentou Bruninho.

Leal se tornou também o primeiro jogador a ganhar o Mundial por um time da América e por um time da Europa.

A partida 

No primeiro set, muito equilibrado, melhor para o Civitanova, que venceu pelo placar de 25/23. Já no segundo, os mineiros levaram a melhor empatando o jogo em 1 a 1 (parcial de 25/19).

No terceiro set, com quase uma hora de duração, as duas equipes mostraram porque são as duas melhores do mundo. O Civitanova venceu o set por 31 a 29, com pontos importantes de Leal, que sacou no último ponto.

O quarto e último set foi definido nos detalhes. O Cruzeiro parecia esboçar uma reação, mas não conseguiu superar o forte ataque italiano. O set terminou com parcial de 25/21.

Emocionado, o jogador não escondeu sua alegria pela conquista de mais um título com a camisa da Lube na temporada. Este ano o jogador venceu os títulos da Superliga Italiana e da Champions League, considerada uma das mais difíceis do mundo.

Na semifinal, realizada neste sábado (07), o Civitanova derrotou o Al-Rayyan (Qatar), por três sets a zero, mesmo placar da vitória na fase de classificação. Pela segunda partida da fase de classificação, a equipe venceu o Sada Cruzeiro por 3 a 0 e depois foi derrotado pelo Kazan por 3 a 2.

O Sada Cruzeiro conquistou a vaga na semifinal após derrotar o Zenit Kazan, por três sets a zero.

Leal, que teve um longo ano de competições, incluindo sua primeira temporada pela Seleção Brasileira, fechou 2019 com chave de ouro.

Com o time brasileiro, o foco agora é ser convocado para as Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

O atacante ajudou a Seleção a conquistar a vaga para as Olimpíadas, após vencerem o pré-olímpico em Varna, na Bulgária, contra os donos da casa.

Com o time brasileiro, ele conquistou ainda a Copa do Mundo de Voleibol, realizada no Japão e o Campeonato Sul-Americano, em Santiago no Chile.