Viacredi ocupa 23ª: É de Santa Catarina uma das melhores empresas para trabalhar da América Latina

0
687

 

Adelino Sasse e Moacir Krambeck no evento de premiação/Divulgação

  Depois de ser eleita por três anos consecutivos em nível nacional, Viacredi ocupa 23ª posição no ranking entre as instituições dos 20 países que compõe a região latino-americana

Unir pessoas para transformar vidas é o propósito da Viacredi. Para que isso chegue até os cooperados, uma das ferramentas é cuidar do bem-estar de quem fica nos bastidores: os colaboradores. Proporcionar um ambiente onde eles tenham orgulho de trabalhar está entre as propostas da Viacredi. E esse foi um dos motivos que levou a instituição a ser eleita como uma das Melhores Empresas para Trabalhar da América Latina pelo Instituto Great Place to Work (GPTW). Na categoria Grandes Empresas Nacionais latino-americanas, a cooperativa conquistou a 23ª posição.

O evento de premiação aconteceu na semana passada, em São Paulo (SP), com a presença do presidente do conselho administrativo da Viacredi, Moacir Krambeck, e Adelino Sasse, diretor administrativo. “É sempre uma satisfação saber que, além de colaborar com o crescimento dos nossos cooperados, podemos contribuir com uma atmosfera agradável para todos que fazem parte das nossas cooperativas. Nos últimos anos a premiação foi nacional e hoje celebramos o título latino-americano, mas continuaremos trabalhando para melhorar sempre”, relata Krambeck. “A Viacredi tem como missão ter colaboradores e cooperados felizes, pois acredita que somente pessoas felizes são capazes de fazer outras pessoas felizes”, complementa.

Na pesquisa divulgada em 2018, relativa ao ano de 2017, a Viacredi ocupou a 15ª posição entre as principais do Brasil e liderou o grupo das grandes empresas de Santa Catarina. Na avaliação de 2016, a cooperativa conquistou o 21º lugar e com os resultados de 2015, o 25º.

Atualmente, a Viacredi está presente em 20 cidades catarinenses e é a maior cooperativa de crédito do país em número de cooperados. “Já somos 1,6 mil colaboradores e mais de 500 mil cooperados. É uma grande responsabilidade para nós, enquanto instituição, sermos responsáveis por tantos lares e histórias. Dar a eles o melhor, é o mínimo que podemos fazer”, complementa o presidente do conselho administrativo.