São Paulo: São Sebastião quer receber etapa da The Ocean Race 2021/2022.

0
401

 

 

O município de São Sebastião está entre as quatro finalistas para ser sede de etapa da The Ocean Race 2021/2022. O prefeito Felipe Augusto recebeu a equipe de organizadores da competição – considerada a maior regata de volta ao mundo – e visitou diversos pontos da cidade em abril.

Técnicos da The Ocean Race visitando São Sebastião a Antiga Withbread - competição foi realizada última vez na cidade em 1998/ Foto: Andre Santos | PMSS

 

 

São Sebastião está na disputa com Itajaí – Santa Catarina, Salvador – Bahia, e a cidade de Punta del Este – no Uruguai. Segundo os organizadores o resultado será divulgado até julho.


A competição, conhecida antes por Whitbread Round The World Race, é apontada como a “Fórmula-1 dos Mares”, e tem duração de nove meses. A regata traz números e investimentos que impressionam. Serão até 18 equipes, com o custo de mais de € 20 milhões cada, disputando em embarcações que custam cerca de € 7 milhões.

A última vez que São Sebastião foi sede de uma etapa da competição foi em 1998.

Os organizadores do evento, Gina Cobalt e Math Wilson ficaram impressionados, e disseram que São Sebastião tem chances reais na disputa. “Há a capacidade e possibilidade de realizar a etapa na cidade (São Sebastião), sem dúvida”, comentou Wilson.

Durante a vistoria, os organizadores conheceram o Porto de São Sebastião e o Centro Histórico, além da gastronomia local, o potencial turístico, a capacidade da rede hoteleira, e as condições de navegação no Canal de São Sebastião.

Além de uma das mais importantes competições marítimas do mundo, o evento gera mídia e publicidade internacional ao município, além de desenvolver programas científicos, educacionais e sociais com as cidades participantes.

“A competição atrai os olhares do mundo inteiro. São Sebastião estar entre as finalistas, o que demonstra que o município já desperta as atenções”.

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto está otimista quanto ao resultado. “A competição atrai os olhares do mundo inteiro. São Sebastião estar entre as finalistas, demonstra que o município já desperta as atenções. Temos chances de vencer esta disputa, e entrar em um grupo seleto de cidades participantes, que fomentam também diversos projetos científicos e de desenvolvimento sustentável. É uma grande oportunidade para alavancar o setor náutico, o incentivo ao esporte e à economia local”, considerou.