Volvo Ocean Race em Itajaí impacta a economia em mais de R$ 83 milhões

0
326

 

Volvo Ocean Race em Itajaí impacta a economia em mais de R$ 83 milhões_91635-Foto -Fran Hilbert
Volvo Ocean Race em Itajaí impacta a economia em mais de R$ 83 milhões_91635-Foto -Fran Hilbert

A edição 2018 da Volvo Ocean Race em Itajaí impactou a economia em mais de R$ 83 milhões. Desse total, quase 76% do valor ficaram na economia local – o equivalente a R$ 62,9 milhões. O retorno da regata para região foi 28% maior que na edição de 2015. Todos os dados foram apresentados na manhã desta terça-feira (04) pela Secretaria de Turismo durante a prestação de contas da Itajaí Stopover.

Só no setor da hotelaria, no mês de abril houve um incremento de 65,2% nas ocupações dos leitos, em comparação com o mesmo período do ano passado. Durante a Volvo, os hotéis de Itajaí faturaram mais de R$ 5 milhões, sendo que o valor médio das diárias por leito girou em torno de R$ 186,35.

A gastronomia também teve bons resultados com a Volvo. Somente na Vila da Regata, foram comercializados 79.598 pratos com faturamento de R$ 3 milhões em alimentação. O evento também venceu 50.809 litros de chope, 12.684 litros de refrigerante e 12.372 litros de água.

Volvo Ocean Race em Itajaí impacta a economia em mais de R$ 83 milhões_91634-Fotógrafo(a) _ Fran Hilbert

Para o secretário de Turismo, Evandro Neiva, o sucesso da regata em 2018 se deve especialmente à profissionalização dos serviços oferecidos. “A cidade se preparou melhor, qualificamos a nossa mão de obra. O segmento de hotelaria triplicou seus leitos, mantendo os turistas na cidade. Além disso, utilizamos mão de obra própria para a organização. Esses fatores somados são alguns dos principais motivos para termos a edição de maior sucesso da história do município, com 75% do impacto econômico da Volvo Ocean Race ficando em Itajaí e região”, destaca.

De acordo com o prefeito Volnei Morastoni, já foi firmada uma carta de intenção para manter o evento no município. “Estamos aguardando a formatação do calendário. Nos bastidores já se fala que Itajaí é sem dúvida nenhuma uma das cidades preferidas da organização. Além disso, reforçamos nosso compromisso com a sustentabilidade realizando um evento sem copos descartáveis, exemplo que vamos levar também para a Marejada”, afirma o prefeito.

 

Com a utilização do copo ecologicamente sustentável, deixaram de ser descartados cerca de 500 mil copos plásticos, um ganho também para o meio ambiente.

Outros dados

– A organização da Volvo envolveu equipes de mais de 10 países;

– O evento recebeu 440 mil visitantes. Destes, 3.500 foram estrangeiros, 44 mil de outros estados e 93.192 visitantes da região da Amfri;

– A arrecadação em impostos estaduais foi de R$ 5.342.320,40;

– O valor do impacto global para Itajaí e região da Amfri foi de R$ 62.918.969,50 (75,7%);

– Estimativa de mídia espontânea do evento representou mais de R$ 100 milhões em impacto de divulgação.

 O relatório pode ser acessado aqui: goo.gl/fbEmt2


Slide1