Volvo Ocean Race: Medalhista Martine Grael “Eu não recebi convite, mas ainda tem poucos times confirmados. Não estou esperando receber um”

0
610

 

martine

 

O CEO da Volvo Ocean Race – Mark Turner em uma rápida e exclusiva entrevista concedida ao Regatanews. com.br no início desta semana – afirmava com todas que “sonha” em ver a medalhistas olímpica Martine Grael, filha de Torben Grael, em uma equipe na próxima edição da Volvo Ocean Race 2017/2018 –  que vai parar em Itajaí pela terceira vez. Pois bem, a declaração foi levada até Martine Grael que está viajando – que assim reagiu “ 


Adilson Pacheco Editor


 

Martine Grael :  “Percorrer as partes mais isoladas e mais selvagens do oceano me traz certo fascínio. A ideia de correr uma regata dias e dias sem fim também. Mas é claro que isso tudo depende de um time e toda uma estrutura por trás. Muito preparo e experiência.

   Depois de 7 anos de campanha olímpica experiência em regata eu tenho, mas a experiência em barcos grandes não. Como mulher eu nunca senti preconceito no mundo da vela. Mas é claro que as oportunidades não vêm assim como para os homens. Acho que essa mudança das regras da Volvo vai abrir um mundo de oportunidades para mulheres.

    Eu não recebi convite, mas ainda tem poucos times confirmados. Não estou esperando receber um. Tem muitas mulheres com experiência esperando um convite. Se eu conseguir uma oportunidade dessas há de considerar que vem com muita responsabilidade e sacrifício. O motivo de não haver tantas mulheres quanto homens também tem a ver com a fisicalidade de velejar com ondas do tamanhos de prédios e passar toneladas de velas de um lado para o outro do barco para ganhar aquele nó a mais de velocidade. Mas as mulheres do time feminino SCA que correu a última volvo mostraram que força não é tudo”.