Ceará/Infraestrutura:Angola Cables inicia obras de estação de cabos submarinos em Fortaleza

0
311

 

gEstação e o cabo Monet devem entrar em operação até o primeiro semestre de 2017, e o SACS tem previsão de início de operação para o primeiro semestre de 2018. A estação estação de cabos submarinos da Angola Cables também será um data center, situado na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE) –

A estação estação de cabos submarinos da Angola Cables também será um data center, situado na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE) – (Imagem: divulgação)   A Angola Cables começou a construir sua Estação de Cabos Submarinos em Fortaleza, no Ceará. O local será o ponto de chegada dos cabos Monet e SACS (South Atlantic Cable System). que ligarão Brasil à África. A obra, que fica na Praia do Futuro, inclui também um data center.

O Monet é o cabo que se encontra em estágio mais avançado de lançamento, com a construção da rota de cabos terrestre já iniciada. Cabos ópticos e repetidores estão a caminho do Brasil ou em fase final de fabricação. Outra parte dos equipamentos, que já se encontra no país, foi alocada em uma embarcação especial – com capacidade de navegar por águas mais rasas -, para iniciar a instalação do cabo no mar nos próximos dias.

Paralelamente, a Angola Cables está ampliando sua equipe Brasil, “garantindo assim o cumprimento do calendário, independentemente das adversidades socioeconômicas enfrentadas pelo país”, diz a empresa. O data center e o Monet devem entrar em operação até o primeiro semestre de 2017, e o SACS tem previsão de início de operação para o primeiro semestre de 2018.





EDIÇÃO DA REDAÇÃO/ EDITORIAL EDITION
*Edição – Adilson Pacheco
MTB: 0002362/SC
E-mail: adilsonpachecoredacao@gmail.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/adilson.pacheco.75
Facebook: https://www.facebook.com/Regata-News-698702346874230/?fref=ts
Issuu: https://issuu.com/regatanew_sc
http://www.dailymotion.com/adilson-pacheco1
Linkedin: https://br.linkedin.com/in/adilson-pacheco-6337a24a