Regata Volta a Laje de Santos reunirá destaques da vela oceânica paulista

0
37
volta-a-laje-de-santos

Prova de vela de 40 milhas será disputada no sábado, 25 de maio, em Santos (SP)

O Iate Clube de Santos (ICS) receberá no dia 25 de maio, sábado, a Regata Volta a Laje de Santos, válida como a segunda etapa da Copa ICS de Regatas 2024. O evento é organizado pelo ICS com apoio da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO), do Clube Internacional de Regatas, da FEVESP e da Classe RGS/BRA.

Com 40 milhas náuticas, a prova terá largada às 12h nas proximidades da Ponta Grossa. O percurso inicia na entrada da Barra de Santos e vai até a Laje de Santos, que deverá ser contornada, deixando-a por bombordo. Em seguida, os velejadores retornarão ao local de largada para definir os vencedores.

Estão confirmadas na regata as classes classes Mini 6.5, RGS Cruiser e RGS/Clássicos (com loa a partir de 22 pés). As inscrições iniciam no próximo domingo (19) e serão feitas no ICS ou por e-mail (nautica@icsantos.com.br). O valor é de R$50 por tripulante, exceto para tripulantes mirins (com idade menor ou igual a 16 anos), que são isentos da taxa de inscrição.

”É uma regata tradicional do litoral paulista. Os barcos já estão afinando suas tripulações para os grandes eventos de vela oceânica, como a Semana de Vela de Ilhabela. Por ser uma prova longa, as equipes também tem a chance de se desafiarem”, disse Bayard Neto, comodoro da ABVO.

Em 2023, a equipe Phytoervas 4Z conquistou o título da Regata Volta da Laje. O S40 concluiu a prova de 40 milhas náuticas em 5 horas, 6 minutos e 35 segundos. A segunda colocação ficou com o Asbar IV. Além da medalha de ouro na classe ORC, o Phytoervas levou o prêmio de Fita-Azul, ou seja, o primeiro a cruzar a linha.

O veleiro largou às 11h55 e cruzou a linha de chegada nas imediações do Clube dos Pescadores às 17h56. O barco comandado por Marcelo Bellotti, contou com Wallace Attie, Fábio Bodra, Fábio Bodra, Lineu Salles, Marcos Leite, Lucas Mesquita, Mauricio Bueno e Juan de la Fuente.

”Foi uma regata bastante desafiadora pela distância, mas as condições com tempo bom e vento constante ajudaram! O vento ficou firme da largada até quase a chegada. Saímos em um contravento até a Laje de Santos. Voltamos com balão até próximo do final. Foi muito bacana disputar essa, que é considerada uma das mais tradicionais provas de oceano de São Paulo”, recordou Juan de La Fuente, integrante da equipe.

Sobre a ABVO

Fundada em 1955, a Associação Brasileira de Veleiros de Oceano é a única entidade de promoção da Vela de Oceano no Brasil. Braço oficial da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), a ABVO é responsável por organizar competições anuais e contribuir para o legado de um dos esportes mais vitoriosos do país, tanto nas classes olímpicas quanto nas não olímpicas.

A ABVO tem o santista Bayard Umbuzeiro Neto como Comodoro, o bicampeão olímpico Torben Grael como 1º Vice-Comodoro, e Paulo Cezar Gonçalves, o Pileca, como 2º vice-Comodoro.

Dentre os objetivos da atual gestão, estão promover a otimização e a racionalização do calendário nacional, estreitar o relacionamento com os clubes para viabilizar eventos e agregar um maior número de barcos participantes das diversas flotilhas regionais, oferecer suporte técnico em todos os níveis para as competições, otimizar a apuração instantânea dos resultados e articular com o Governo Federal incentivos tributários e melhores condições para a importação de embarcações, entre outros.

Foto: @onboardsports360