Pilotos brasileiros comentam E-Prix de Mônaco da Fórmula E

0
33
formula-e-monaco

Brasileiros não somaram pontos nas ruas do Principado

Os pilotos brasileiros não pontuaram na oitava etapa do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E, disputada neste sábado (27), no tradicional circuito de rua do Principado. O paulista Lucas di Grassi (ABT Cupra) ficou bem próximo do Top 10 acabando o E-Prix em 11º. Já o mineiro Sérgio Sette Câmara teve problemas na pista e acabou em 19º.

A prova teve dobradinha dos compatriotas Mitch Evans e Nick Cassidy da Jaguar o com belga Stoffel Vandoorne (DS Penske) em terceiro. O português António Félix da Costa (TAG Heuer Porsche) foi o sétimo.

Na classificação geral, Sérgio Sette Câmara soma 11 pontos e Lucas di Grassi tem apenas 1 ponto. O líder geral é o alemão Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche) com 102 pontos. ”Foi uma boa corrida, de 17º para 11º, bem no limite da pontuação. Um final de semana que a gente sai sem pontos, mas com dever de trabalho realizado, o melhor dos powertrain da Mahindra. Precisamos melhorar o carro”, disse Di Grassi.

O piloto Lucas di Grassi correu em casa mais uma vez. Depois do E-Prix de São Paulo, sua cidade natal, Mônaco é onde ele mora há anos. Nas outras corridas da Fórmula E no Principado, Di Grassi soma dois segundos lugares, um abandono e um 12º.

Já Sérgio Sette Câmara teve um toque no meio da corrida e não conseguiu recuperar posições com sua ERT Fórmula E. Mônaco não foi a mesma performance de Misano, quando o mineiro andou no Top 10 na rodada dupla.

”O único ponto positivo foi o qualifying, nos treinos livres não foi bom, onde quase não conseguia andar. Saí quase sem referência. Na corrida vinha em sétimo e peguei um pneu traseiro furado. Ainda peguei uma penalização. Foi uma corrida bagunçada, com muitos problemas no carro. Espero ter melhores resultados em Berlim” 

As próximas duas etapas da Fórmula E 2024 serão em Berlim, na Alemanha, nos dias 11 e 12 de maio. A décima temporada tem ao todo 16 E-Prix. 

Leia mais aqui — https://www.fiaformulae.com/en/news/496462

Classificação do Mundial de Pilotos (completo aqui)

1º – Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche) –  102 pontos

2º – Nick Cassidy (Jaguar TCS Racing) – 95 pontos

3º – Jake Dennis (Andretti) – 89 pontos

4º – Oliver Rowland (Nissan) – 88 pontos

5º – Mitch Evans (Jaguar TCS Racing) – 77 pontos

18º – Sérgio Sette Câmara – 11 pontos

20º – Lucas di Grassi – 1 ponto

Classificação do Mundial de Equipes (completo aqui)

1º – Jaguar TCS Racing – 172 pontos

2º – TAG Heuer Porsche – 128 pontos

3º – Andretti – 113 pontos

4º – Nissan – 112 pontos

5º – DS Penske – 102 pontos

9º – ERT FORMULA E TEAM – 23 pontos

10º – ABT CUPRA – 19 pontos

Sobre a Fórmula E e ‘ABB FIA Formula E World Championship’:

Primeiro campeonato mundial elétrico da FIA – Federation Internationale de l’Automobile, a Fórmula E desponta como único esporte neutro em carbono da história, certificado desde a concepção.

O Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E realiza corridas eletrizantes ao redor das cidades mais icônicas do mundo, onde tornou-se importante plataforma internacional para o desenvolvimento da tecnologia de veículos elétricos e a promoção da mobilidade limpa, através do automobilismo de alta-performance.

Na Fórmula E, equipes e parceiros unem-se pela paixão pelo esporte e pela crença no potencial para acelerar o progresso sustentável, criando um futuro melhor para as pessoas e para o planeta.

www.FIAFormulaE.com

Informações à imprensa: media@fiaformulae.com

Sobre a ABB:

A ABB é líder tecnológica em eletrificação e automação, permitindo um futuro mais sustentável e eficiente. As soluções da empresa conectam conhecimento de engenharia e software para otimizar processos de fabricação, transporte, alimentação e operação. Com mais de 130 anos de excelência, os cerca de 105.000 funcionários da ABB atuam comprometidos em impulsionar inovações que aceleram a transformação industrial.

www.abb.com

Foto: Formula E