Ulan Galinski e Hercília Najara vencem provas de XCO de Itabirito da Internacional Chaoyang Estrada Real

0
27
itabirito-estradareal

Baiano da Caloi ganha prova marcada por grande disputa. Já a mineira da Estilo Ventura disparou na segunda metade da prova

A etapa de Itabirito (MG) da Internacional Chaoyang Estrada Real teve as provas de XCO, o cross country olímpico, neste sábado (30). Na categoria Elite (profissionais), as vitórias ficaram com Hercília Najara, atleta da Estilo Ventura / Trek Brasil e Ulan Galinski, ciclista da Caloi. A competição de ciclismo é organizada pela Avelar Sports e vale pontos para os rankings olímpico e mundial.

No masculino, os atletas deram oito voltas, enquanto as mulheres rodaram seis vezes ao redor do percurso. Cada volta tinha 3,95 km.

Os trajetos tiveram ainda uma start lap de 1,4 km, que serviu para dispersar os pelotões, que largaram praticamente juntos. A altimetria máxima das provas chegou a 124 metros. Ulan completou a prova em 1h26m06s318, enquanto Hercilia concluiu em 1h21m41s582.

Ulan arranca no fim, e Hercília vence com sobras

Entre os homens, a corrida foi mais equilibrada. Mário Couto e Gustavo Xavier. No entanto, aos poucos, Ulan Galinski, Luiz Cocuzzi e José Gabriel Marques, os três principais ciclistas brasileiros de MTB da atualidade, dispararam na frente, alternando-se na ponta.

O trio ficou por cerca de 40 minutos bem à frente dos demais, disputando roda a roda a liderança.

Na reta final, Ulan disparou e ficou com o primeiro lugar, enquanto José Gabriel e Cocuzzi completaram em 1h27m00s465 e 1h27m35s791. Eles são atletas das equipes Oggi e Audax, respectivamente.

Vencedor do XCC da sexta-feira (29), o australiano Sam Fox pareceu sentir a parte física e ficou em quarto lugar por quase toda a prova. No entanto, seu pneu furou na última volta e ele não concluiu a prova.

“Eu sabia que era um percurso duro. Tive muito tempo para poder errar e analisar a prova. Vi logo que o australiano Sam Fox estava sofrendo muito. Também tentei deixar os caras com dúvida, sem saber se eu estava sofrendo ou não”.

”No final, arranquei para cima deles e fui feliz. Feliz pela minha terceira vitória seguida de XCO aqui no Brasil. Tenho tentado trabalhar muito para esses momentos. A transmissão no youtube teve 70 mil visualizações simultâneas, mostrando que o MTB cresce muito no Brasil. Obrigado a todos que torceram por mim”, comentou Ulan Galinski, que ficou em segundo lugar na última sexta-feira.

No naipe feminino, Hercília Najara largou bem e teve uma disputa emocionante com Luiza Cocuzzi até a metade da prova, quando a mineira arrancou e ficou com o primeiro lugar. A paulista, atleta da Houston Bike, acabou terminando apenas em sétimo. O pódio teve ainda Liege Walter (sem equipe), com 1h22m39s104, e Ana Laura Oliveira de Moraes, da Audax, com 1h23m48s475.

“Vencer em Itabirito foi a realização de um sonho! Curto demais as características técnicas e a exigência física da pista. A torcida nunca decepciona, e a cidade respira MTB no fim de semana”.

”Hoje, coloquei meu ritmo no final da primeira volta e fui ampliando a minha vantagem volta a volta. Estou feliz com a performance e tenho certeza que ganhei um incentivo a mais para a sequência de provas da temporada. Vamos juntos e segue o plano”, destacou a ciclista.

Mais etapa de Itabirito

Além das provas do Elite, o sábado teve outras 31 corridas, incluindo categorias como PCD, amador, veterano e Júnior. A etapa de Itabirito volta neste domingo (31), com provas de XCM, a maratona.

 

Os atletas do Elite terão um trajeto de 58 km. A Internacional Estrada Real Chaoyang de 2024 teve sua primeira etapa em Arcos, entre 8 e 10 de março, e será concluída em Ouro Branco, durante 17 a 19 de maio.

 

Para checar todos os resultados da etapa de Itabirito,  clique aqui

 

A Estrada Real  

Famosa no Brasil, a Estrada Real é considerada a maior rota turística do país. São mais de 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. A sua história surge em meados do século 18, quando a Coroa Portuguesa decidiu oficializar os caminhos para o trânsito de ouro e diamantes de Minas Gerais até os portos do Rio de Janeiro.

A Serra do Ouro Branco é uma importante área de recarga das bacias do rio Paraopeba e rio Doce. Apresenta uma grande quantidade de nascentes e cursos d’água, que, em sua maioria, formam o Lago Soledade. Além disso, fornece toda a água que é consumida pela cidade de Ouro Branco.

Sobre a Avelar Sports:

Fundada a partir da paixão do ex-atleta de Mountain Bike Felipe Avelar. Graduado em Educação Física, Avelar foi profissional de 2005 a 2011 nas equipes da KHS e CALOI. Representou o país em Campeonato Pan-Americano, Copa do Mundo e Campeonato Mundial em países como Argentina, México, Colômbia, Chile, Escócia e França.

Um dos grandes diferenciais da marca é a constante inovação e investimento em prol do esporte. A empresa possui uma das maiores estruturas da América Latina para locação e em seus eventos usa 100% de estrutura própria. Única no segmento esportivo capaz de montar, executar e transmitir ao vivo todos os eventos.

Em 2019 venceu o prêmio Guidão de Ouro com o evento Internacional Chaoyang Estrada Real – Etapa Ouro Branco como melhor evento de MTB do ano.

Todo o processo de gestão e organização de eventos conta com um gerenciamento estratégico, assim como pensar soluções criativas em abordagens esportivas, personalizando projetos e gerando valor em todas as cadeias envolvidas.

Mais Avelar Sports

A empresa conta ainda com empreendimentos rurais e transmissões esportivas via Youtube (principalmente em ciclismo). A Avelar também tem quatro lojas de artigos de ciclismo, com centenas de produtos. São três lojas físicas (duas em Conselheiro Lafaiete e uma em Belo Horizonte), além do e-commerce, encontrado no site https://www.avelarshop.com.br/, que tem a entrega mais rápida do Brasil por conta de uma parceria com o Mercado Livre. Os leitores da Onboard têm cupons de desconto, o ONBOARD5. Este é exclusivo em todo o site.

Foto: Alemão Silva/Divulgação