Campeonato Brasileiro ILCA 2024 reúne futuro da vela nacional

0
58

Regatas no YCSA – Yacht Club Santo Amaro chegam na reta final nesta sexta-feira (16), na Represa Guarapiranga

A juventude marca presença no Campeonato Brasileiro de ILCA 2024. Com atletas do sub-14 até sub-21, as regatas do evento nacional reúnem mais de 160 atletas na capital paulista. As disputas pelo título geral e de base estão na reta final , neste penúltimo dia, sexta-feira (16), no YCSA – Yacht Club Santo Amaro, na Represa de Guarapiranga.

Os destaques da ILCA 4 e 6 são atletas jovens, que se ispiram em ídolos do esporte como Robert Scheidt. O filho do multicampeão, Erik Scheidt representa o YCSA e lidera a tabela geral do ILCA 4 mesmo com 15 anos. O jovem velejador tem vantagem sobre Felipe Fridrich (EVI), que é da sub-19, e João Floriano (ICLI) na terceira colocação.

Já no ILA 6, Pedro Rosa (CDJ), sub-19, permanece na primeira colocação. O atleta do Rio Grande do Sul é seguido por Thomas Potthoff (VDS/CBC), também sub-19, enquanto Valentina Guimarães (CICP), representante do Brasil no Mundial da Juventude de Búzios, está na terceira colocação.

Segundo José Fraquelli, presidente da BRASILCA, a presença da juventude no Brasileiro é fundamental para o alto nível da competição e futuro da classe nacional. Ele é pai de Felipe Fraquelli, destaque das categorias de base na antiga classe Laser.

“É um número de participantes muito expressivo. Um gurizada nova no ILCA 4 e 6, com atletas que vieram do Optimist (classe que as crianças iniciam na vela), então mostra a ascensão da classe. Muito feliz com o sucesso do campeonato”, explicou José Fraquelli.

Os jovens também recebem o suporte de técnico e ídolos nacionais, como Robert Scheidt, maior medalhista olímpico brasileiro. José Fraquelli observa como importantíssimo essa troca entre juventude e experiência.

“Ter o Robert e os velejadores campeões da classe é inspirador! Eu velejo na mesma raia com meu filho Felipe Fraquelli, Sub-21, e ele aprende muito com as dicas dos atletas experientes. Isso também mostra o carinho de todos da classe pela juventude”, finalizou.

Campeonato Nacional chega na reta final

Após seis regatas, o Brasileiro de ILCA 7 é liderado por Robert Scheidt (YCSA), seguido por Philipp Grochtmann (VDS/CBC) e Felipe Rondina (ICB/CBC). Na disputa feminina, Joana Freitas (ICRJ) é a primeira colocada no ILCA 4, enquanto Valentina Guimarães está na ponta da tabela do ILCA 6.

 

Sobre o YCSA

Localizado na cidade de São Paulo (SP) às margens da Represa de Guarapiranga, o YCSA é cercado por muito verde, compondo um cenário natural perfeito para a prática da vela. Berço de vários campeões mundiais, o YCSA carrega a tradição de uma biografia admirável e elegância de suas instalações e barcos.

Fazer parte desse clube é ajudar a escrever uma história que começou em 1930 e que, desde então, tem marcado a vida de cada associado. Com estrutura náutica privilegiada, o clube conta com hangares modernos para estadia de embarcações à vela e motor, escola de vela com embarcações próprias, rampa de 25 metros de largura com baixa inclinação de acesso à represa, deck e píer com maravilhosa vista da represa, trator e guindaste para transporte de embarcações, marinheiros bem treinados e lanchas e botes de apoio.

Com 24 mil m² repletos de natureza, o YCSA é conhecido dentro e fora do país por sua estrutura náutica de ponta, oferecendo as melhores condições para o aprendizado e prática da vela. O clube é reconhecido não só pelos seus atletas campeões, mas também por sediar eventos de vela nacionais e internacionais.

Foto: Aline Bassi / Balaio