Instituto Etiene Medeiros tem primeira aluna na disputa de um campeonato nacional de natação

0
103

A pernambucana Maria Elisa, atleta que iniciou o projeto do IEM em 2021, participa entre esta terça-feira (5) e o sábado (9) da edição 2023 do Campeonato Brasileiro Juvenil de Verão, em São José do Rio Preto, interior paulista. Um marco para a jovem nadadora e para o Instituto

A história de Maria Elisa dos Santos Nascimento, 15 anos, se confunde com a história do Instituto Etiene Medeiros (IEM). Primeira atleta a integrar o projeto do Instituto, em 2021, a pernambucana dá, a partir desta terça-feira (5), mais um passo na sua trajetória na natação. Novamente pioneira no IEM, é a primeira aluna do Instituto a viajar para um campeonato nacional da modalidade. Um marco para Maria e para o IEM. Um momento especial que vai de encontro ao trabalho desenvolvido pelo Instituto, fundado pela nadadora pernambucana Etiene Medeiros.

As atividades do IEM são realizadas no Centro Esportivo Santos Dumont, no bairro de Boa Viagem, no Recife (PE). Além das aulas de natação e várias atividades esportivas, o Instituto enfatiza o desenvolvimento educacional, promovendo relacionamentos mais próximos entre pais, alunos e professores.

Maria já está em São José do Rio Preto, no interior paulista, para o Campeonato Brasileiro Juvenil de Verão de Natação. Ela conseguiu os índices para nadar os 50 m e 100 m livres. A competição vai até o sábado (9) e, mais uma vez, a jovem nadadora e o Instituto fazem história juntos.

Lá, Maria está acompanhada do coordenador técnico do IEM, Antônio Coutinho, que a levou para nadar pela primeira vez no Instituto e que se tornou exemplo para suas braçadas. Logo na chegada ao Brasileiro, em Rio Preto, a nadadora recebeu as boas-vindas do técnico Fernando Vanzella, treinador de Etiene Medeiros por 10 anos, responsável pela natação no SESI-SP.

Sem falar em Etiene, com quem Maria treinou, passando a viver o dia a dia do IEM. Pouco a pouco a atleta, que sempre amou nadar, foi desenvolvendo seu talento e indo em busca das conquistas. No ano passado, participou de sua primeira competição fora do Recife, em João Pessoa, na Paraíba: o Campeonato Norte/Nordeste de Natação.

Desde pequena, a natação faz parte da vida de Maria, apoiada pelos pais, Maria Elisângela e Artur Henrique. Ela começou a nadar pelo Compaz, Centro Comunitário, em Recife. Depois, se tornou a primeira atleta do Instituto, ao lado de Jader Lucas.

Para disputar o Brasileiro em Rio Preto, Maria fez sua primeira viagem de avião, levando na bagagem a motivação de ter conquistado a primeira medalha regional para o Instituto e, agora, os primeiros índices para participação em um campeonato nacional.

“Estamos muito felizes com essa conquista da Maria, de chegar à disputa do Brasileiro Juvenil, a primeira competição nacional do Instituto, ela que iniciou o projeto aqui com a gente. Uma experiência que guardará na memória para sempre e todos nós também”, destaca Etiene Medeiros.

IEM, Educação e esporte como ferramentas de transformação social – O IEM reúne um total de 160 alunos, unindo educação e esporte como ferramentas de transformação social. As atividades são realizadas no Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, Recife (PE), de terça a sexta-feira e são gratuitas. O IEM busca proporcionar desenvolvimento integral às crianças e jovens que participam do projeto, com foco na natação e no combate às desigualdades de raça, classe e gênero. Os alunos fazem parte da rede pública de ensino do Estado de Pernambuco e precisam participar de até 75% das atividades mensais do IEM para garantirem permanência no projeto.

Etiene Medeiros – Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Mundial de Natação, Etiene está entre as melhores do mundo nos 50 metros costas há seis anos. Antes do título em 2017, em Budapeste (HUN), foi quarta colocada no Mundial em Barcelona 2013 e bronze em Kazan 2015. Ela também é bicampeã do mundo em piscina curta (Doha/2014, quando bateu o recorde mundial, e Windsor/2016), além da vitória no revezamento medley misto em 2014. Em 2019, acrescentou mais uma medalha em Mundiais, a prata nos 50 m costas. Única brasileira bicampeã pan-americana de natação – ganhou ouro nos 100 m costas em Toronto, em 2015, e nos 50 m livre em Lima, em 2019 -, Etiene soma nove medalhas no Pan, sendo quatro no Canadá e cinco no Peru.

Mais informações – Etiene Medeiros:
Instagram: http://www.instagram.com/etimedeiros
Facebook: http://.www.facebook.com/etienemedeirosoficial
Twitter: www.twitter.com/etiene_medeiros
Youtube: http://youtube.etienemedeiros.com
Flickr: www.flickr.com/photos/etienemedeiros/
Site: www.etienemedeiros.com
Site do Instituto Etiene Medeiros: https://institutoetienemedeiros.org/

Foto: Igo Bione / IEM